Colégio Nossa Senhora de Fátima

Dos sete aos quinze anos estudei no Colégio Nossa Senhora de Fátima, onde fui alfabetizada e aprendi a fazer algumas contas. A maioria, não. As melhores recordações remetem aos amigos e às festas paroquiais coordenadas pelas freiras, às peças teatrais – chegamos a nos apresentar no Teatro Álvaro de Carvalho! Recordo aquele tempo com saudade. Hoje, em homenagem ao escritor e pesquisador Iaponan Soares, reproduzo parte do texto Colégio Nossa Senhora de Fátima que integra o livro Estreito Vida e Memória. Ganhei o livro do estimado Antunes Severo, um apaixonado pelo bairro.

Colégio Nossa Senhora de Fátima

Com o propósito de desenvolver a Pastoral Educacional, as irmãs Salvatorianas chegaram ao Estreito a 8 de fevereiro de 1958, quando iniciaram um curso primário, com seis turmas, perfazendo um total de trezentos alunos. Duas salas de aula funcionaram no Salão Paroquial e uma sobre a secretaria da Igreja Matriz da paróquia de Nossa Senhora de Fátima e Santa Terezinha. Nesse mesmo ano a Secretaria da Educação e Cultura do Estado autoriza o funcionamento do curso.

Para melhor atender ao crescente número de alunos foi construído, mais tarde, um barracão de madeira ao lado da Igreja, onde passaram a funcionar novas salas de aula. O curso ginasial foi autorizado, mas sob a condição de funcionar em prédio de alvenaria. A diretora, na época, irmã Hermenegilda Poli, consegue, provisoriamente, das Pioneiras Sociais o prédio da creche Lucila Hülse. E o curso foi iniciado. No dia 22 de setembro de 1963 lança-se a pedra fundamental do atual prédio do colégio, situado à rua Afonso Pena, 654, num terreno de 7.488 m² recebido da Mitra Diocesana através da Paróquia do Estreito. Atualmente 6.520m² do terreno é de área construída, com um prédio de dois e três pisos, obra edificada em três etapas, cada uma delas sob projeto autônomo dos engenheiros Eduardo Martinelli, Tarcísio Schaefer e Nelson Savaris.

(…) São consideradas pioneiras e fundadoras desse estabelecimento de ensino as irmãs Bonavita Strohmaier, Geralda Boesing, Eugênia Comerlato Luduvina Córdova e Verônica Cendron.

O Colégio Nossa Senhora de Fátima é uma escola particular, de orientação católica e, conforme seu posicionamento filosófico-cristão, leva a sério a sua missão de evangelização, não dispensando porém, o papel fundamental da família que é, sem dúvida, o primeiro núcleo de formação da fé.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *