Sady Cayres Berber, o emblemático

 

 

Foto Cláudia Barbosa by iPhone

O remo não me dá só saúde, mas muita alegria. Enquanto eu tiver forças para carregar o barco vou continuar remando – garante Sady (DC)

 

Captura de áudio: minigravadora Sony. Foto AS

Caminhando firme e forte para os 87 anos de idade, o comerciante e remador Sady Cayres Berber, ostenta marcas inimagináveis em sua carreira cheia de desafios e glórias: para si, para o remo de Santa Catrina, do Brasil e da América do Sul. Muitos outros há com notáveis contribuições no remo e em outros esportes, mas Sady permanece único pelo conjunto da obra. É para ouvir um pouco dessa e de outras histórias de superação que fazemos o convite a você caro leitor-ouvinte para nos acompanhar pelos próximos 50 minutos de gravação que é o quanto dura a entrevista que a Cláudia Barbosa e eu tivemos com Sady Berber numa doce tarde de quarta-feira, dia 27/07, em pleno adro da Catedral de Florianópolis. Antes, porém de ligar o som aceite nosso convite para acessar a crônica O Emblemático Sady, escrita no jornal AN Capital, em 2002 e que estamos reproduzindo neste site.

Categorias: , Tags: , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

2 respostas
  1. Cláudia Barbosa says:

    Participar desde cafezinho já é uma enorme honra… nem sei o que dizer das histórias que ouvi e das risadas que presenciei. ESTA é a Floripa que eu AMO!

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *