Ivonita Di Concilio em Plenitude Outonal

A data de 20 de novembro de 2014 entra para a história da literatura catarinense com a marca incomum do lançamento de 13 novos escritores, num único evento

Os novos autores participam do programa 100 Cópias, Sem Custo, coordenado pela Diretoria da Imprensa Oficial e Editora do Estado, que incentiva artistas catarinenses ou radicados em Santa Catarina há mais de três anos a publicarem e divulgarem suas obras.

Ivonita-di-Concilio

Ivonita DI Concilio, uma das 13 selecionadas para o lançamento conjunto é porto-alegrense, mas vive em Florianópolis/São José há 40 anos e – com duas filhas quatro netos e uma bisneta catarinenses – formou uma nova família, bem como um incontável número de amigos. Embora esteja escrevendo desde 1976, como jornalista, começou a editar, em livros, aos 71 anos.

Plenitude Outonal é seu terceiro livro individual, incluindo uma autobiografia romanceada, virtual, A Ponte, além de participações em diversas coletâneas. Ivonita integra atividades literárias, como: Academia de Letras do Brasil/Seccional de Florianópolis – ALB, Associação Literária Florianopolitana – Aliflor, Associação dos Escritores da Grande Florianópolis e recentemente filiou-se a Associação dos Cronistas, Poetas e Contistas Catarinenses.

“Para escrever Plenitude Outonal, procurei meus poemas de muitos anos atrás, dei-lhes alguns retoques e experimentei misturá-los com outros, mais recentes. Numa mescla de sentimentos, humor e até de ecologia, estou expondo, neste livro, a minha vida inteira, como se fosse uma autobiografia. Nele tento agradecer e homenagear meus filhos, netos, bisneta, minha irmã, amigos e amores do passado”, diz a autora. E completa misteriosa e provocante: “A parte final, eu dedico especialmente ao meu amor outonal, não deverá ser considerada exibicionismo ou delírio senil. Declarando esse amor, pretendo demonstrar a outros setentões que não devemos sufocar sentimentos. Amar, na velhice, é quase melhor que antes…”.

No podcast desta edição do Ponto de Encontro, ouça acima a entrevista concedida pela autora a Antunes Severo.

Foto: Caros Ouvintes.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *