A literatura também está na voz é a tese de Bruno Henrique Nichel

O caminho é espinhoso, árido e tortuoso, mas isso pouco importa ao recém graduado em história e atual candidato a mestrando em literatura pela UFSC, Bruno Henrique Nichel. E como se o desafio fosse pouco ele pretende fazer o circuito a bordo de um livro de crônicas, tendo como combustível os escritos de Osmar Silva, um ex-funcionário da Caixa Econômica Federal que repartia seus momentos de ócio produzindo textos de novelas, scripts de humor para programas de auditório e crônicas diárias que eram lidas ao microfone da Rádio Diário da Manhã nas décadas de 1950 e 1960 por Ciro Nunes, Gustavo Neves Filho e este locutor que voz fala. Na entrevista que você pode ouvir no podcast há mais sobre voz e linguagem.

Categorias: , Tags: , , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *