A música que vem do Sul – 2

Em 1998, tivemos oportunidade de ter aprovado, no FUMPROARTE – Fundo Municipal de Apoio à Produção Artística e Cultural, o nosso projeto Por Amor à Música para edição de um CD com o trabalho desenvolvido, há mais de trinta anos, por grupo de cantores e compositores gaúchos.
José Alberto de Souza

Era nosso objetivo registrar e divulgar a obra realizada por importantes nomes da chamada Velha Guarda da música de Porto Alegre.
Desta forma foram selecionadas composições de *Alcides Gonçalves (Minha Seresta, Pardo Velho e Pecador), *Antoninho Gonçalves (Sabiá Moreno), *Francisco Azarine Campos (O Patriarca), Guilherme Braga (Tua Ausência, Verão em Laguna e Tu e Eu), Jayme Lewgoy Lubianca (Quatro Estações, Nasce Uma Canção e Porto dos Casais), *Jessé Silva (**Abandono, **Outro Momento e Meu Pensamento), Jorge Machado Barcellos (Meu Recado, Amor Tem Prazo e Minha Oração) e Paulo Sarmento Filho (Saltitante e Choro Azul). Obs.: *falecidos; **com letra de Agnaldo Bechelli.
Para interpretar as referidas músicas foram escalados os cantores Fernando Collares, Guilherme Braga, Jayme Lubianca, Ceará Campelo Costa, Jorge Machado, Maria Teka Silva e Norberto Peres, além de Marília Benites como 2ª voz em duas faixas.
Participaram dos acompanhamentos os instrumentistas Cebolinha Fonseca (cavaquinho), Luiz Adelmo Palmeira (violão 7 cordas), Paulo Sarmento Filho (violão 6 cordas), Paulo Barbosa (gaita-ponto), Ceará Campelo Costa (percussão), André Rocha (pandeiro), Paulinho Platt (percussão), Soleno Almeida (pandeiro), Marco Farias (piano e teclados), Paulo Santos (guitarra), Henry Lentino e Jorge Machado (violão 6 cordas), Arthur de Faria (piano), Rômulo Chimelli (oboé) e Wenceslau Moreira (violoncelo).
Este disco, já esgotado, tornou-se um Cult da música popular riograndense por não visar objetivos comerciais, ali estando registradas algumas melodias inéditas, tais como Pardo Velho, Sabiá Moreno, O Patriarca, Tua Ausência, Verão em Laguna, Tu e Eu, Quatro Estações, Nasce Uma Canção, Meu Recado, Amor Tem Prazo e Minha Oração.
Destacamos Porto dos Casais, uma das canções símbolos do nosso Portinho, como a única gravação ao vivo interpretada pelo próprio autor, o consagradíssimo Jayme Lubianca, apesar de tão decantada nas vozes de Silvio Caldas, Elis Regina e Wilson Simonal, entre outras tantas.
Entre as músicas instrumentais, tocadas pelo Regional Cinco Companheiros (violões 6 e 7 cordas, cavaquinho, gaita-ponto e percussão), além de Pardo Velho, duas já foram premiadas em festivais de choro promovidos pela Ordem dos Músicos local (Saltitante e Choro Azul) e outra (Meu Pensamento) conquistou 2º lugar no I Festival Nacional do Choro Brasileirinho, da TV Bandeirantes, em 1977.
Para que os leitores de Caros Ouvintes tomem conhecimento desse Por Amor à Música, apresentamos abaixo link com as gravações de Porto dos Casais e de Verão em Laguna, esta última com música, letra e interpretação de Guilherme Braga – um dos nossos veteranos cantores do Rádio – que está pedindo para cruzar o Mampituba, verdadeira música de exaltação às belezas das praias catarinenses, nascida no Farol de Santa Marta.


Porto dos Casais
É sempre bom lembrar coisas passadas.
Rever os lampiões, os ancestrais,
Singrando no Guaíba, apareceram
Os velhos fundadores, coloniais.

Chegaram tão alegres, alegres por demais,
Fundaram este porto, dos casais,
É porto, Porto Alegre antigo dos casais,
Saudade dos tempos que não vem mais.

[ Download da Música ]

 


Verão em Laguna
Foi num sonho de verão
Que eu fiz esta canção
Pra não sentir saudade
Beijos de mar e a branca espuma
Das águas de Laguna
Tudo é festa e amizade.

O sol clareia este cenário
Meu sonho é um ideário
De amor à natureza
Canto feliz porque me encanto
Meu ser vibra num pranto
Diante de tanta beleza.

O mar
Nos traz toda a esperança
De um sonho de criança
Com tanta fantasia
Em mim
Renasce uma certeza
O amor e a Natureza
Se compõem em harmonia.

E ao partir eu vou levar
Das coisas do lugar
Um lindo ensinamento
Que a maior felicidade
Vem da simplicidade
De viver cada momento.

[ Download da Música ]

 


{moscomment}

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *