A palavra de Cristo

Quem me contou não sei. Ou o Aryovaldo ou o Agilmar. Na época da Rádio Eldorado em cima do Café Rio, edifício Dom Joaquim, por onde passaram Aryovaldo, Attahuapla e Agilmar, João Sônego, Osmar Nunes e tantos outros, o controle de som foi exercido, numa das etapas, pelo Olímpio Vargas.
Por Aderbal Machado

Hoje aposentado da Caixa Econômica, Olímpio estava na mesa de som quando alguém pediu uma música com o Nélson Gonçalves. Tudo já estava na programação escrita, mas o Olímpio havia esquecido o disco na discoteca. Como fazer? O locutor já havia anunciado a música…
Mais que ligeiro Olímpio desligou a mesa da energia, foi até a discoteca, pegou o disco, voltou, colocou o picape no meio da música e religou a energia. Para todos os efeitos, o ouvinte entendeu que foi um problema de energia… E o Olímpio deu uma demonstração das tantas criatividades instantâneas que, muitas vezes, eram necessárias.
Outro acontecimento marcante ocorreu em Tubarão, com o João Küerten, da Rádio JK. O Luiz Carlos Viana tinha um programa que levava para todas as emissoras onde trabalhava – “Salão Grená”, com poesias e músicas de antanho, cujo prefixo era a música homônima do Carlos Galhardo. A Rádio ficava na sala da residência do João Küerten.


Carlos Galhardo, que cantou muitas valsas, imortalizou
Salão Grená com sua voz inigualável.

O programa estava no meio, o Luiz Carlos lia poesias apaixonadas e o João invadiu o estúdio com uma daqueles bolachões de uma hora (os dois lados), chamado “Voz da Profecia”, dos Mórmons. Quem é da época lembra. Era um “tapa buracos” usado quando o locutor queria dar uma vadiada ou uma namorada básica com as meninas que iam ao estúdio (quanta encrenca acontecia, meu Deus!).
Pois João entrou no estúdio e falou: “O Luiz, bota esse disco pra rodá…” E o Luiz: “João, não pode, este é um programa romântico!”
E João, definitivo: “E tu qué coisa mais romântica do que a palavra de Cristo?”.


{moscomment}

Categorias: Tags: , , ,

Por Aderbal Machado

Radialista e jornalista. Nasceu em Araranguá (SC) e iniciou como locutor ao microfone da Rádio Eldorado de Criciúma onde exerceu funções de repórter, redator e de diretor da emissora. Atua atualmente em jornal, rádio, televisão e internet onde mantém o site aderbalmachado.com.br | Reside em Balneário Camboriú/SC.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

1 responder
  1. Luiz Francfort says:

    Ola Aderbal !
    Encontrei hoje no site CAROS OUVINTES varias matérias escritas por Vc.
    Como sempre todas interessantes e escritas com uma dose de humor e recheadas de fatos curiosos, o que me faz admira-lo como o mais marcante jornalista de Santa Catarina.
    Tive o privilegio de trabalhar com Vc. onde aprendi a admirá-lo pela educação e entusiasmo que sempre mostrou na implantação da “nossa” TV Eldorado, que tive a sorte de implantá-la, contando com sua importante participação no telejornalismo.
    Quero lhe agradecer pela sua importante participação na minha carreira e deixar um abraço, meu e da Regina.

    Luiz Francfort.

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *