Abundância, 3º parte

A abundância da corrente universal está a disposição de todos, não só de alguns. Segundo a lei da vida, do progresso e da evolução, nenhum ser humano deveria enriquecer-se em detrimento, empobrecimento e miséria dos outros. Abrindo as portas ao infinito que nos disseram ser tão limitado e cheio de becos sem saída, reconhecemos o grande poder das leis universais, que ajudam o intelecto a desdobrar-se em miríades de possibilidades inimagináveis. Para isso teremos de criar novas aspirações. Sair de pensamentos limitados e negativos e sintonizarmos com a energia da natureza e do cosmos. A nossa atual visão que tantos limites põe ao progresso e a abundância pode se comparar a um muro muito alto que tapa o sol do nosso jardim.

Categorias: , , Tags: , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *