Adeus ao ícone do colunismo social

Saudade. Jornalista Moacir Benvenutti Filho, morreu sexta-feira, em Florianópolis, aos 67 anos.

29-04-2016-16-49-03-dd
O jornalista Moacir Benvenutti Filho morreu na manhã desta sexta-feira, por volta das 11 horas aos 67 anos, devido a um ataque cardíaco. Profissional reconhecido como ícone do colunismo social em Santa Catarina, Moacir atuou no jornal “Diário Catarinense” de 1986 a 1995, no “A Notícia”, de 1995 a 2008, e no Notícias do Dia de 2008 a 2009. O corpo do colunista foi enterrado hoje, às 11h30, no cemitério Municipal São Francisco de Assis, no bairro Itacorubi, em Florianópolis.

Benvenutti estava afastado do trabalho devido a problemas renais, e morreu a caminho do hospital, onde iria fazer uma hemodiálise. O jornalista, que já havia entrado em coma, lutava há anos contra a diabete, doença que o levou à morte devido a complicações de saúde.

Moacir iniciou no jornalismo impresso em 1977 e foi o primeiro de Santa Catarina a ter uma coluna social estadual. Fundou e atuou na Febracos (Federação Brasileira de Colunistas Sociais), da qual foi presidente de 1998 a 2001. O profissional, que atuou em 2002 como presidente-interino da ACI (Associação Catarinense de Imprensa), tinha como hobbies prediletos tocar piano e viajar, já tendo visitado países como a Tailândia, Turquia e Austrália.

Nascido no dia 10 de maio de 1948 em Florianópolis, onde morou durante a maior parte de sua vida, Moacir era reconhecido pelos amigos por ser uma pessoa bem-humorada. O colunista também chegou a morar em São Paulo, Rio de Janeiro, Guarujá e Milão, foi apresentador de televisão na TVBV e atuava também como promotor de eventos, entre eles o Grande Gala Santa Catarina, Jantar Social que promoveu durante 17 anos. Foi reconhecido com diversas condecorações, dentre elas a Comenda de Mérito Nacional do Jornalismo e as medalhas de Honra ao Mérito da Marinha, do Exército e da Polícia Militar de Santa Catarina.

****

Moacir lutava há anos contra essa doença e era um profissional de muito respeito. Era amigo dos amigos e mantinha as relações sociais por carinho não somente pela profissão. Terezinha Daux, empresária.

Moacir teve um problema com a diabetes e a doença foi se agravando, os rins já não funcionavam mais, por isso estava fazendo hemodiálise. Era uma pessoa que estava sempre rindo, muito bem-humorada, simpática, altruísta e benevolente. Profissionalmente, morreu realizado, foi o maior colunista social de Santa Catarina. Ele fez com que famílias de todas as regiões de Santa Catarina ficassem reconhecidas, graças ao seu colunismo abrangente. Dauth Emmendorfer, advogado.

Somos primos e trabalhei com ele durante anos. Não tinha como ficar perto dele sem rir, brincava com todos e fazia todos sorrirem. Qualquer festa que estava presente, atraia muitas pessoas, devido a sua simpatia. Era uma pessoa geniosa e muito determinada que tinha poucos medos. Também sempre foi muito proativo, engajado em causas sociais filantrópicas, e foi um grande colaborador da Rede Feminina de Combate ao Câncer. Marcos Reichardt Cardoso. Jornalista.

Ele teve liderança nacional no colunismo social, seu trabalho tinha repercussão em todo o país. Além de ter colunas sociais em jornais, chegou atuar em revistas. Promovia eventos no Estado inteiro. Era um cidadão muito generoso, proativo e inovador, que tinha muito orgulho de ser catarinense e enaltecia Santa Catarina como poucos. É uma grande perda. Sem dúvida foi o mais importante colunista social de Santa Catarina nas últimas décadas. Fazia filantropia e ajudava diversas entidades em diferentes regiões do Estado. Foi uma figura excepcional, uma grande perda, e deixará uma laco=uma que não será preenchida facilmente. Ademir Arnon. Presidente da Associação Catarinense de Imprensa.

[Texto Marciano Diogo. Foto Washington Fidelis | Notícias do Dia | Florianópolis, sábado 30 de abril e domingo 1º de maio de 2016].

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *