Amazon lança serviço de assinatura de livros eletrônicos

MILTON – Bom dia, Ethevaldo, como vai?

ETHEVALDO: Bom dia, Milton, bom dia, ouvintes. Tudo ótimo.

MILTON – Ethevaldo, qual é sua avaliação dos livros eletrônicos ou e-books? Você gosta de ler nesses livros?

ETHEVALDO – No começo eu estranhei, Milton. O livro de papel faz parte de minha vida. Aprendi a gostar deles, de seu toque, seu cheiro e sua funcionalidade. Mas hoje já acostumei a ler livros no meu e-reader, que foi projetado exatamente para quem usa o dispositivo predominantemente para a leitura. É o Kindle Fire.

MILTON – E como você compra os livros eletrônicos ou virtuais?

ETHEVALDO: As grandes livrarias brasileiras já vendem – embora ainda com um número de opções de títulos relativamente baixo. A maioria dos livros eletrônicos que eu compro são os da Amazon.

MILTON – E qual é a estratégia nova para desenvolver o hábito da leitura no novos clientes?

ETHEVALDO – É a redução dos preços, com novas promoções como, por exemplo, o pagamento de uma assinatura mensal ou aluguel dos livros virtuais, sem qualquer limitação de acesso ou download.
Amazon.com decidiu lançar um serviço de assinatura de livros eletrônicos (e-books) que abrande o total de 600 mil títulos, com acesso ilimitado.

O serviço terá o nome comercial de Kindle Unlimited (ilimitado) e permitirá aos assinantes fazer o download de e-books completos, pagando apenas US$ 9,99 por mês.

Mas é bom lembrar que serviços desse tipo foram introduzidos recentemente por duas start-ups inovadoras – a Oyster e Scribd, que cobrar taxas mensais parecidas abaixo de 10 dólares mensais.

Isso me dá nova esperança de que as novas gerações leiam mais. Não será por falta de opções e de acesso a milhares de obras.

MILTON – Até amanhã.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *