Amor à Ilha: arte e música

23 de março, sábado, Cláudia Barbosa, Lui Almeida e Bernardo Flesh (Besouros da Praia) e Gilson Duarte apresentam show inédito com músicas produzidas em Florianópolis, em comemoração aos 287 anos da cidade.

No repertório, uma viagem no tempo com produções de várias épocas: desde os contemporâneos François Muleka e Júlio Cruz, passando por sucessos dos anos 80 com Zuvaldo Ribeiro e Daniel Lucena, até composições da década de 60 com as mais populares de Luiz Henrique Rosa e Zininho.

Os ritmos serão variados: marchinha, bossa, samba, fado, reggae, valsa, funk e até uma ‘opereta’ divertidíssima, composta em manezês (idioma típico ilhéu), de autoria de Gilson Duarte, o Baixinho e gravada pelo Grupo Engenho.

Também na noite de comemoração do aniversário de Florianópolis, o Coisas de Maria João abrirá as portas para apresentar à cidade a exposição “AMOR À ILHA”, com quadros do artista Renato Franzoni que conta um pouco das coisas da Ilha desde o século XIX, passeando por fatos históricos e cotidianos, além de prestar uma linda homenagem aos músicos da terra.

Quem são:

Cláudia Barbosa é intérprete da música catarinense e ocupa os palcos desde que seu pai, o compositor Cláudio Alvim Barbosa – ou simplesmente Poeta Zininho, como é conhecido -, faleceu em 1998. A cantora viu na arte uma forma de manter seu pai vivo e dar continuidade ao trabalho de conscientização e preservação do patrimônio cultural de Florianópolis, através da interpretação de suas músicas e da divulgação da obra que Zininho deixou como herança para a cidade. A partir daí lançou-se na estrada musical, sempre acompanhada por artistas renomados da cidade, interpretando não só as canções de seu pai, como também de outros compositores famosos: Luiz Henrique Rosa, Osvaldo Ferreira de Melo, Nelson Wagner, Mirandinha, até os contemporâneos Luiz Meira, Zuvaldo Ribeiro,  Daniel Lucena, Neco, Tatiana Cobbett, Marcoliva, Jorge Coelho e Denise de Castro, sua parceira desde o início, entre outros.

Lui Barbosa Almeida é filho de Cláudia e cresceu no mesmo ambiente musical. Prestes à se formar no curso de Música pela Universidade do Estado de Santa Catarina, Lui fundou a banda “Besouros da Praia”(Foto) juntamente com seu colega de faculdade Bernardo Flesh, tecladista, cantor e compositor da banda.  Na Besouros da Praia, Lui canta, toca guitarra, baixo e bateria. Fazem parte da Besouros mais os músicos Luiz Gustavo Wistuba (baixo e voz) e André Amaral (guitarra e voz).

O baterista e percussionista Gilson Duarte é músico conhecido dos palcos catarinenses e participa ativamente do processo musical catarinense desde a década de 1980. Gilson Duarte – ou “Baixinho” como é conhecido no círculo musical, acompanha os principais grupos e artistas da cena florianopolitana: Grupo Engenho, Sabor Brasil, Araitá, Bernunça Elétrica, Quebra Com Jeito, BandAroeira, Maurício Cavalheiro, Cia. Camaleão, Guinha Ramires e Elisah, Ponto de Fuga, entre outros. Baixinho acompanha a carreira de Cláudia desde os primeiros shows, em 1999.

O Show:

É a primeira vez que Cláudia e Lui ocuparão o mesmo palco profissionalmente num show concebido exclusivamente para homenagear a música local por ocasião do aniversário da cidade. Bernardo Flesh assinará também algumas das canções que estão sendo preparadas para este repertório. Músicas inéditas tanto para a cantora quanto para o grupo serão apresentadas, como a canção romântica “Entrando no País das Maravilhas”, de François Muleka, o samba “Desasado”, de Luiz Meira, o doce fado “Segredos de uma Ilha”, de Julio Cruz e a divertidíssima “Opereta do Mané”, de Gilson Duarte. A sincronicidade entre as gerações será o diferencial do show: Lui e Bernardo, parceiros da nova geração e Cláudia e Baixinho (foto), parceiros que já estão na estrada há mais tempo, interpretando músicas que vêm desde a década de 1960 até hoje mostrando que a música é a única linguagem verdadeiramente universal e atemporal, fazendo uma viagem pela música catarinense que transcende o tempo. Somente o repertório é delimitado pelo mar que cerca este pedacinho de terra e que dá vazão ao carinho e ao amor que sentimos por esta cidade.

“AMOR À ILHA” show e Exposição de Arte, em comemoração aos 287 anos Florianópolis | 23 de março – sábado, 21 h | Coisas de Maria João – Rua Cônego Serpa, nº 57 – Fone: 3338-1937 | Couvert artístico: R$10,00 | amplitude multimídia comunicação & arte desde 1998 em Florianópolis. www.amplitudecultural.com.br

Categorias: Tags: , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

5 respostas
  1. Cláudia Barbosa says:

    Obrigada pela força na divulgação do show e apoio à cultura local! Bjs.

  2. lucinha says:

    gostaria de sugerir atencao especial de vcs em relacao ao nosso artista catarinense que se desponta de uma maneira rapida, ja tive o privilegio de ver de perto algumas obras dele. fantastico. Li a reportagem que saiu no dc. Reportagem de 2 paginas, elogiado por cacau menezes. Enfin ele merece uma chance, e muito bom.

  3. RENATO REIS says:

    CLAUDIA
    ESTAMOS FAZENDO PESQUISA SOBRE LUIZ HENRIQUE ROSA PARA SINOPSE DO CARNAVAL DE 2014 GOSTARIA DE SABER MAIS DETALHES SOBRE A BANDA POR AMOR A ILHA, ELA E MAIS UMA BANDA MUSICAL OU BANDA FANFARRA, ELA FOI FUNDADA PELO LUIZ HENRIQUE?,PRECISO MAIS DETALHES PARA FINALIZAÇAO DE IMHA PESQUISA OK ABRAÇAO E SUCESSO SEMPRE

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *