Anjos Enigmáticos II

Na semana passada, fiz uma brincadeira com o meu amigo Damião, aquele que é louco por charadas.
Por Léo Saballa

Para quem não leu, a pergunta foi esta: “você morreu e está tentando entrar no céu. À sua frente têm duas portas. Uma delas é a porta do céu, mas você não sabe qual. Em cada uma há um anjo sendo que um só fala a verdade e o outro só conta mentiras.
Mas você não sabe quem é quem. No entanto, tem o direito de fazer apenas uma pergunta para qualquer um dos anjos. Na resposta do anjo é possível ter certeza que você vai entrar no céu. Que pergunta teria de ser feita”?
À noite toca o meu celular. É o Damião eufórico, atropelando as palavras. Ele garante que recebeu mais de 100 ligações. Respira fundo e revela o que falaria a um dos anjos:
– Diria isso: se eu perguntasse para aquele outro anjo, onde é a porta do céu, qual ele indicaria? É óbvio que eu iria sempre à porta oposta. Por exemplo, o anjo sincero diria que o seu colega me mandaria para a porta errada. Agora, se fosse o mentiroso, apontaria sem qualquer escrúpulo direto para a porta do inferno.
– Bravo Damião. Parabéns. Você quebrou mesmo a cabeça ou alguém deu dica?    
– Que nada. Apenas um rapaz deu uma meia-resposta e mesmo assim no final da tarde quando eu já havia decifrado tudo. Quer dizer, quem te lê é muito lento. Aposto que nem completam um quadro de palavras cruzadas da categoria facílima. Por isso, quero deixar para você e para os teus leitores, que não entendem de charada, uma pergunta para estudantes de primeiro grau: qual a maior mentira do mundo dita em apenas uma palavra?
Para irritar o Damião, falo a primeira coisa que me vem à cabeça:
– Elefante caiu na lama.
Ele desliga o telefone na minha cara e quase posso vê-lo fazendo careta e direcionando um sorvete imaginário à própria testa. Como não sei nada de charadas, quero agora pedir a ajuda dos leitores. Se alguém souber a resposta, por favor, vamos ligar para o celular dele: 9978-3605. E, já que nos chamou de lentos, que tal uma pequena vingança: ele odeia o apelido carinhoso de Mimí, criado e usado pela nova namorada.


{moscomment}

Categorias: Tags: ,

Por Léo Saballa

Radialista, publicitário e produtor cultural. Residente em Joinville/SC, atuou em diversas emissoras de rádio em Santa Catarina. Como jornalista, foi editor de Política e de Geral no jornal A Notícia de Joinville, onde é cronista no caderno AN Cidade. Léo tem prestado assessoria de imprensa para entidades filantrópicas.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *