Arte urbana no CurtaDoc

Episódio Intervenções Urbanas vai ao ar na próxima terça-feira, 14 de fevereiro, às 21h, no SESCTV
VÍDEO | CurtaDoc

Convidado especial do episódio . Pedro (Driin) Teixeira, artista plástico e grafiteiro

A rua como um espaço de experimentação é o assunto de Intervenções Urbanas, episódio inédito do CurtaDoc, que vai ao ar na próxima terça-feira, 14 de fevereiro, às 21 horas, no SESCTV. Os documentários exibidos no programa mostram diversas formas de expressão artística no espaço público em três capitais brasileiras: Porto Alegre, Rio de Janeiro e Recife.  “O ser humano é inquieto e precisa do meio para se comunicar. A rua é a mídia dos artistas urbanos”, considera o artista plástico e grafiteiro Pedro (Driin) Teixeira, convidado especial que comenta os filmes exibidos. “No entanto, essa arte é efêmera, pois pode ser apagada. Quando há o registro em vídeos e fotos na internet, o momento daquela ação está sacralizado. A obra ainda vibra e as pessoas comentam sobre ela. Você fala através da rua, mas utiliza outra via que é a virtual”.

Os filmes também podem ser assistidos na íntegra no catálogo online do CurtaDoc • www.curtadoc.tv
Em A Céu Aberto (2008), de Alexandre Kumpinski, artistas intervêm criativamente em signos e símbolos urbanos, agindo anonimamente nas madrugadas de Porto Alegre. Paredes, pedaços de chão, semáforos, faixa de segurança e outras estruturas da cidade são usadas como meio de expressão em ações, muitas vezes, feitas sem recursos, mas que mudam a paisagem.
O Rio de Janeiro é o cenário de Atrocidades Maravilhosas (2003), de Lula Carvalho, Pedro Peregrino e Renato Martins. O documentário mostra o ato de intervenção estético-urbana em prol da liberdade de tomar, recriar e marcar a cidade. São 20 artistas integrantes de projeto homônimo que subverte a publicidade. Eles têm como veículo os cartazes lambe-lambe, impressos em serigrafia e colados nos muros e outdoors da cidade.
O cotidiano das ruas de Recife é modificado por um grupo de grafiteiros em Pelos Muros (2008), de Igor de Lyra. O grafite não precisa mais de autorização para ser realizado na cidade e as pessoas pedem para ter seus muros pintados. “O muro é o lugar dos poetas urbanos expressarem sua escrita. Parede branca, povo mudo”, diz um dos artistas entrevistados no filme.
Cinema Digital é o tema do quadro CURTAS PALAVRAS, exibido no último bloco do programa. Falam sobre o assunto: Gualberto Ferrari, diretor e roteirista; Celso Gonçalves, presidente da ABD/SP; Marx Vamerlatti, diretor de fotografia; e os cineastas Luciano Vidigal, Sandra Alves e Antônio Carlos Fontoura.
Esse é o terceiro episódio da segunda temporada do CurtaDoc, que exibirá 52 programas inéditos e 170 documentários brasileiros. A série abre espaço para realizadores de todo o Brasil e provoca a reflexão sobre o fazer documentário. O programa é realizado pela Contraponto e está no ar desde outubro de 2009, todas as terças-feiras, às 21 horas, com reprises na quarta-feira, à 1h e às 15h; quinta às 9h; sábados às 22h; e domingo às 19h. O canal SESCTV está disponível para todo o Brasil pela TV por assinatura, pelo sistema DTH: Sky (canal3), Oi TV (canal 28), GVT (canal 228) e CTBC (em diferentes números de canais) e em mais 77 operações de TV a cabo em todo o território nacional.
Direção • Kátia Klock (48) 3334.9805 / 9989.4202produçã[email protected]
Assessoria de Imprensa • Sarah Goulart(48) 3334.9805 / [email protected]
www.contraponto.tvwww.curtadoc.tvwww.facebook.com/curtadoctwitter.com/curtadoc

Categorias: , Tags: , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *