As Incríveis Histórias do Bolinha

O Carlos Eduardo “Bolinha” Mendonça, é uma dessas figuras que você encontra no rádio brasileiro e tem que render homenagens pelo que fez e faz. Nunca dividimos o mesmo prefixo, mas, presenciei determinadas situações que merecem ser registradas.
Por Edemar Annuseck

Em 1971, nos Jogos Abertos de Rio do Sul,  Bolinha era o todo poderoso da Rádio Mirador de Rio do Sul. Deitava e rolava na cidade. Organizou e comandou o trabalho da imprensa, no maior evento poliesportivo de SC. Os profissionais de rádio foram muito bem alojados em Escola de Ituporanga, com condução a disposição, café da manhã, almoço e jantar gratuitos, muita festa e regalias. Bolinha organizou um jogo de futsal, no Ginásio Artemir Werner, o principal de Rio do Sul, numa das folgas dos JASC. Todos na quadra batendo bola, quando surge ele, Bolinha, com vestimenta de goleiro, e, cheio de banca. Ele fechava o gol sob todos os aspectos, com seus 150 quilos (acho que pesava isso). O que ele fez pela imprensa de Santa Catarina nestes Jogos Abertos de 1971 em Rio do Sul, merecia uma placa, no mínimo. Depois ele tornou-se até vereador na cidade.
Mas, eu quero contar uma das últimas do Bolinha, que eu presenciei.
Em 1992 – tive uma rápida passagem pela Rádio Nereu Ramos  – estávamos na cobertura do Jogos Abertos de Joinville.O Centro de Imprensa, instalado na antiga casa da família Wetzel, na rua XV esquina da rua Henrique Meyer, abrigava toda a imprensa catarinense. Os radialistas faziam deste local os programas e boletins, a respeito dos JASC. Certa manhã,  Bolinha mandou preparar pastéis, numa pastelaria de um conhecido seu. Colocados numa bandeja – na sala de imprensa – logo atraíram o desejo  dos colegas iam chegando para fazer os boletins. E começaram a se servir dos pastéis do Bolinha. De repente notaram que o recheio tinha um sabor dsiferente. Não era de carne, não era de camarão, não era de queijo. E o Bolinha, deu a tacada final: GOSTARAM DO RECHEIO ?…  É RAÇÃO PARA CÃES!
Como diria meu amigo Fausto Silva: É mole, ou quer mais !

Categorias: Tags: , ,

Por Edemar Annuseck

Edemar Annuseck, jornalista, narrador esportivo que iniciou na Rádio Nereu Ramos de Blumenau em 1964 e depois atuou nas Rádio Jovem Pan, Tupi, Record de São Paulo, Clube Paranaense, Cidade e Globo/CBN de Curitiba, TV Jovem Pan e SPORTV, Editor da página de esportes do Jornal A CIDADE DE BLUMENAU, cobrir 5 Copas do Mundo (74, 78, 82, 86 e 90).
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *