Por Elóy Simões

Elóy Simões e o Juízo Final

1. “O sol… há de brilhar mais uma vez / A luz… há de chegar nos corações / O mal… será queimada a semente / O amor… será eterno novamente / É o juízo final, a história do bem e do mal / Quero ter olhos pra ver, a maldade, desaparecer”. 2. Conta-se que Nelson […]

Emocionante

1. “Nós somos as cantoras do rádio Levamos a vida a cantar De noite embalamos teu sono De manhã nós vamos te acordar Nós somos as cantoras do rádio Nossas canções cruzando o espaço azul Vão reunindo num grande abraço Corações de norte a sul. Por Elóy Simões Canto, pelos espaços afora, Vou semeando cantigas […]

Novos rumos, novas coisas

1. “Novos rumos, novas coisas ao meu redor Novos caminhos, mil destinos e um novo amor Novas chances, posições, novos beijos Novos planos, novos crimes perfeitos Novas paisagens de um novo começo de um louco amor… Por Elóy Simões Novas manias, altas contas de telefone Novos amigos, nova turma de novos amigos em comum Novos […]

BASTA QUERER

Diálogo Inicial: Almirante: como é, pessoá, Vamos fazer uma batucada? João de Barro: vambora. Mas cadê o pandeiro? Eduardo Souto: pandeiro nada! Lata véia taí a beça. João de Barro: Isso mesmo! Vamos fazê um batuque de lata veia! Todos: Vambora! Já que não temos pandeiro. Pra fazer nossa batucada. Todo mundo vai batendo. Na […]

CHEGA DE GRITO!

1. Gritar, gritar / Nós queremos gritar / Irritar, irritar / Nós vamos te irritar / Já que somos irritantes /  Se preparem, pra escutar / Ninguém manda na gente / Vamos te incomodar / Daqui ninguém nos tira / Se tirar vamos voltar / Gritinhos ardidinhos / Vão ter que aturar… /     Gritar, gritar […]

ABAIXO A ROTINA

1. “Todo dia ela faz tudo sempre igual / Me sacode às seis horas da manhã Me sorri um sorriso pontual / E me beija com a boca de hortelã. Todo dia ela diz que é pra eu me cuidar / E essas coisas que diz toda mulher Diz que está me esperando pro jantar […]

É PRECISO RESISTIR

1. “Andei sobre as águas, como São Pedro; como Santos Dumont, fui aos ares sem medo; fui ao fundo do mar, como o velho Picard. Só pra me exigir, só pra te impressionar, fiz uma poesia, como Olavo Bilac; soltei filipetas, pra lhe dar um Cadillac, mas você nem ligou pra tanta proeza. Põe um […]

TEM MEDO, NÃO!

1. Guarda bem este raminho de alecrim que eu plantei cá dentro do seu coração. Faz de conta que é uma rosa ou um alfenim, beija-flor que veio a nós pra dizer: “tem medo, não!” Essas coisas acontecem mesmo assim: vão chegando por chegar, se esquecendo de avisar. E talvez nesse querer se aprochegar tenham […]

SERÁ SEMPRE ASSIM?

1. “Você está vendo aquela mulher de cabelos brancos vestindo farrapos, calçando tamancos, pedindo nas portas pedaços de pão? Por Elóy Simões A conheci quando moça, era um anjo de formosa, seu nome é Maria Rosa, seu sobrenome, Paixão. Os trapos de sua veste, não é só felicidade, cada um representa, para ela, uma saudade; […]

CORAGEM, JOVENS

1. “Desesperar, jamais, aprendemos muito nesses anos, afinal de contas, não tem cabimento, entregar o jogo, no primeiro tempo. Nada de correr da raia, nada de morrer, na praia, Nada! Nada! Nada  de esquecer Que no balanço de perdas e danos já tivemos muitos desenganos; já tivemos muito o que chorar; mas agora, acho que […]