Por Luiz Artur Ferraretto

Os chefes da redação da Gaúcha no final dos anos 1980

Três pessoas, entre tantas outras, marcaram minha formação como repórter na Rádio Gaúcha, de 1986 a 1991, quando andei por lá. Posso, obviamente, citar outros com quem aprendi muito também (é o caso, para citar alguns, do editor Aldo Jung, do redator Plínio Nunes e da produtora Mágda Cunha). Mas, aqui, vou falar das chefias, […]

Beatriz Fagundes

Como se concilia o pobre com o rico? Não se concilia. São água e vinho. Água de córrego poluído e vinho de marca, de cave até; francês decerto. Beatriz Fagundes faz isto de certa forma. É a voz dissonante. Fala de política, de economia, de um país-nação. E até de auto-ajuda. Traduz coisas. E surpreende […]

Afinal, quem inventou o rádio?

A pergunta vem e vai. Aparece sempre em alguma aula ou em um bate-papo do qual participe um ou outro curioso mais ou menos informado, mais ou menos nacionalista. Há os antigos que dizem categóricos: foi Guglielmo Marconi. E, em várias cidades brasileiras, por onde imigrantes italianos fincaram novas raízes, está lá um busto do […]

Carta aberta a Arlindo Pasqualini

Meu caro Pasqualini: Escrevo para ti, o Arlindo, o da Rádio Guaíba, o da Folha da Tarde, o Major do apelido ganho nos idos de 1930, do levante gaúcho de Getúlio Vargas. Não se trata, eu sei, mas quero que fique claro, do Alberto, aquele do velho Partido Trabalhista Brasileiro, que batiza a refinaria ali […]

O dia em que o rádio acabar

Vai ser um dia triste, o do triunfo da total objetividade sobre todos os possíveis caminhos do subjetivo. Vai ser um dia triste o dia em que o rádio acabar. Não vão se ouvir mais os efeitos sonoros a construir imagens, um “Bang!” a representar um tiro e um “Bum!” a significar uma explosão.

Arlindo Sassi e os 25 anos do Love Songs

A voz de Arlindo Sassi já não lê mais cartas dos e das ouvintes. Em tempos de internet, são e-mails e torpedos em sua grande maioria as mensagens trocados pelos apaixonados no Love Songs, programa tão tradicional que superou alterações de programação e mesmo de controle acionário na Rádio Cidade FM, de Porto Alegre. Projeto […]

Os 85 anos do rádio no Rio Grande do Sul

Está ali, publicado no dia 8 de setembro de 1924, na página 5 do jornal A Federação, órgão máximo do Partido Republicano Rio-grandense, para que ninguém discorde no futuro. É, 85 anos depois, um fato histórico. E, infelizmente, pouco lembrado.

Paulo Coelho, o mago da música dos anos 30 em Porto Alegre

Ele tinha magia na ponta dos dedos, encantando as pessoas e abrindo uma fresta de enlevo na noite porto-alegrense dos anos 1930.

Otília, Suê e o rapaz que via empresas, nomes fantasia, marcas…

Algumas mulheres marcaram com muita garra e dedicação o rádio porto-alegrense da década de 1980, trazendo aos ouvintes as notícias direto do chamado palco de ação.

As diabruras do Vitor na redação da Gaúcha

Quem chega, hoje, à redação de uma emissora de rádio e conheceu, décadas atrás, ambientes semelhantes, talvez se encante pelo silêncio dos computadores e pela ampla sala livre da fumaça dos cigarros e dos copinhos de cafezinho, invariavelmente virados, por descuido, em outros tempos, sobre algum texto importante.