Por Antunes Severo

Antunes Severo

Procrastinar

No dia de seu aniversário de 85 anos, nosso cronista Antunes Severo reflete sobre “uma série de verbos nada enaltecedores: transferir para outro dia ou deixar para depois; adiar, delongar, postergar, protrair”.

Clube Náutico Riachuelo chega aos 102 anos

Assento-me à frente do computador, olho para tela e a imagem salta como se fosse uma explosão de alegria, júbilo, satisfação, amor.  É o Décio Carvalho Couto, irmão velho de guerra, amigo conquistado por outro amigo-irmão, o Rozendo Vasconcellos Lima, que me ajudou a criar e fazer da A.S. Propague, uma empresa pioneira de grande […]

Falar em rádio é.… conviver com a imperfeição

Como todo o bom título o que você acaba de ler é também um pouco maroto. Isto é, não chega a ser pegadinha, mas também se diz “indivíduo de espírito inventivo, cheio de manhas e espertezas; ladino, vivo, malandro”. Quer dizer, tudo o que eu não sou, mas bem que até gostaria de ser desde […]

Falando em rádio

Você, caro leitor, deve ter ouvido muitas definições que procuram identificar o sentimento das pessoas com relação aos serviços prestados pelo rádio e, também pelos serviços prometidos e não entregues pelo rádio. Ou a falha seria dos empresários, radialistas ou anunciantes?

A voz da jovem guarda

Em primeiro lugar, muito obrigado ao PC, fonte da inspiração que trouxe esse título. Me refiro ao trabalho do Paulo Clóvis Schmitz, A voz da velha guarda publicada no caderno Plural do Notícias do Dia, edição de segunda-feira, 5 de junho de 2017. Para quem não leu, a matéria se refere ao lançamento da série […]

Os três nódulos

Pois é. Quem está vivo sempre aparece. Eu que estou na janela da vida há 67 anos, desaparecer – como desapareci – dá na vista. Se, você que acompanha as minhas vidas de cidadão e profissional, ficou surpreso, imagina o que isso representou para mim. Sou um cara saudável, nos limites da média brasileira.

Um gancho diferenciado

Custou mas apareceu o gancho que eu precisava. Estive ausente da função de cronista colaborador do Caros Ouvintes desde dezembro de 2016. Foi uma lasqueira daquelas!

Memórias do professo Kin

Ainda como parte do cinquentenário da ESAG a Editora UDESC acaba de lançar o livro autobiográfico Memórias do professor Kin.

Revelações Emilianas para aquecer o inverno

Aproveito a circunstância de que além de aposentado, usufruo das benesses temporárias de um recesso remunerado, para registrar um flagrante de raro brilho e esplendor: a publicação que faz o Emílio Cerri, no seu blog e redes sociais do post “Jovem Guarda” brasiliense, onde ele revela: “No mesmo ano (1965) do nascimento da Jovem Guarda […]

Nilson Mello

Os sonhadores: Nilson Mello

Nilson Mello cresceu, se fortaleceu e conquistou o mundo com inventiva, dedicação e persistência. Era um dínamo o pequeno e nos deixou neste dia 11 de maio de 2016. O garoto franzino, de aparência frágil, além de uma intensa produção radiofônica – chegou a ter 12 programas diários no ar em três emissoras – é uma referência muito especial na literatura de Santa Catarina.