Ave Maria no Morro *

“E o morro inteiro, no fim do dia, reza uma prece, Ave Maria”; era assim que o Trio de Ouro cantava esse verdadeiro hino de amor ao morro carioca. Era um tempo em que no morro nasciam grandes artistas e talentos musicais que deixaram suas marcas na historia da música popular brasileira. Cartola, Heitor dos Prazeres, Nélson Cavaquinho e tantos outros inspirados compositores, poetas populares que cantavam as alegrias e tristezas do morro, da vida. O samba que segundo Vinícius de Moraes, nasceu na Bahia, cresceu e se tornou um adulto  famoso nos morros do Rio de Janeiro.

O Tempo do saudoso samba de morro foi o tempo em que o talento dos compositores e cantores brasileiros dominou a programação musical das emissoras de rádio.

Grandes cantores surgiram no morro,  e em pouco tempo lotavam de admiradores o auditório da Radio Nacional. A produção  de boa música brasileira era tanta que em cada carnaval surgiam novas marchinhas e sambas que o povo cantava nas ruas e nos bailes, dos mais elegantes aos mais humildes. Se naquela época sobravam talentos na música, no teatro e nas radionovelas, hoje sobra mediocridade musical.

Nas maioria  das emissoras de rádio restou uma gritaria imensa e políticos palanqueiros com seus discursos que deixam dúvidas, muitos locutores que não falam; gritam.

Cantores que interpretam sempre a mesma música, no mesmo ritmo, com letras semelhantes, como se o repertório tivesse saído de uma linha de montagem única.

O Morro que na naquela época era conhecido como favela mesmo, guardava uma população cheia de talento musical e alegria, onde  ninguém  se envergonhava do lugar onde vivia, pelo contrário, tinha reais motivos de orgulho para dizer em alto e  afinado bom som; eu sou da Mangueira, sim senhor, sou do morro com orgulho.

Mudou o morro, mudou o pais, acabou o orgulho, os grandes compositores não surgiram mais e quem canta , na maioria das vezes, grita samba enredo no carnaval. * No podcast, Dalva de Oliveira canta Ave Maria no Morro de autoria de Herivelto Martins.

Categorias: , Tags: , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *