Bar da noite: um refúgio para os apaixonados

Programas de auditório eram comuns na época de ouro da radiodifusão, mas a Rádio Diário da Manhã inovou ao criar programas de estúdio como se fossem de auditório; um deles imitava um bar. Isso mesmo, todos participantes do programa agiam como se estivessem em um bar, com cantores e conversas típicas.

Neide Maria, grava a versão original do Rancho do Amor à Ilha, hino oficial de Florianópolis, em São Paulo.

Neide Maria, grava a versão original do Rancho do Amor à Ilha, hino oficial de Florianópolis, em São Paulo.

O programa, chamado Bar da Noite, foi veiculado pela RDM de 1956 a 1968 e liderava a audiência todas as sextas-feiras, a partir das nove horas da noite. Essa ideia foi de Claudio Alvim Barbosa, muito mais conhecido como Zininho, que foi quem produziu o programa também. A grande estrela do Bar da Noite era a cantora Neide Maria Rosa, a voz do rádio dessa época. Bar da noite tinha ainda a direção musical do maestro e pianista Aldo Gonzaga.

“Você sabe bem que é mentira / Mentira noturna de bar / Bar tristonho sindicato / De sócios da mesma dor / Bar que é o refúgio barato / Dos fracassados do amor”.

Era com esse trecho de música que se encerrava e começava o Bar da noite. Com interpretação de Neide Maria Rosa (mais tarde conhecida como Neide Mariarrosa), a música homônima ao programa é de Bidú Reis e Haroldo Barbosa. Essa interpretação já traduzia o clima de aconchego e intimidade – um tanto poético – que o programa procurava trazer aos ouvintes.

Através da ideia e produção criativa de Bar da noite podemos perceber a qualidade e dedicação com que eram produzidos os programas na época de ouro do rádio – o que explica a tamanha audiência. Também podemos notar que os profissionais tinham uma relação muito mais próxima e até apaixonada do rádio do que é hoje. O programa Bar da Noite, assim como outros da época, deixa saudades de um passado mais rico e criativo do rádio catarinense

Bar da noite já foi assunto para várias produções jornalísticas, análises e homenagens também. Entre essas produções, está o programete que a RBS produziu pelo seu aniversário de 30 anos em 2009 que conta um pouco sobre o Bar da Noite.

wp.clicrbs.com.br

A jornalista Claudia Barbosa também produziu um vídeo em homenagem ao programa e que tem ainda fotos da produção que são de seu arquivo pessoal.

Em 2010, estudantes do curso de Jornalismo UFSC produziram uma peça de radioteatro também inspirada no Bar da Noite. www.radioponto.ufsc.br

Texto: Luize Ribas, aluna da 4ª fase do curso de Jornalismo da UFSC e bolsista do projeto de extensão “Museu do Rádio de Santa Catarina”.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *