Brasil eleito para o Conselho de Direitos Humanos

Em votação na Assembleia Geral, país teve 184 votos; Argentina e Venezuela também conquistaram uma das 18 cadeiras para o Conselho

Mídia | Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York

A Assembleia Geral da ONU elegeu nesta segunda-feira, em Nova York, o Brasil como um dos 18 novos membros do Conselho de Direitos Humanos. Eram três vagas disponíveis para o grupo da América Latina e Caribe, e as outras duas cadeiras serão ocupadas pela Argentina e Venezuela. A embaixadora do Brasil nas Nações Unidas, Maria Luiza Ribeiro Viotti, falou à Rádio ONU em Nova York após a votação. “Esta foi uma eleição muito importante para o Brasil, estamos muito satisfeitos com o elevado nível de apoio que recebemos. Voltamos ao Conselho de Direitos Humanos com o desejo de fortalecer o trabalho coletivo, o trabalho da ONU em favor da promoção e proteção dos direitos humanos.” A votação foi secreta e foram eleitos os países que tiveram a maioria dos votos na Assembleia Geral. O Brasil conseguiu 184 votos e inicia o mandato em janeiro. Entre os países africanos eleitos estão Etiópia, Gabão, Quênia e Serra Leoa. Cinco países vão representar a Ásia, incluindo Japão e Paquistão. Estados Unidos, Alemanha, Irlanda e Montenegro também conseguiram uma vaga no órgão. O Conselho de Direitos Humanos, em Genebra, é formado por 47 membros, baseados em distribuição geográfica e que ocupam a cadeira por um período de três anos. Atualmente, Angola é o único país de língua portuguesa que ocupa uma vaga no Conselho. O órgão tem a responsabilidade de promover e proteger os direitos humanos em todo o mundo; alertar sobre violações na área e fazer recomendações aos países.

Categorias: , Tags: , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *