Carminatti Júnior revive o amigo Francisco Mascarenhas

O radialista, executivo empresarial e advogado Carminatti Júnior recupera memórias dos tempos em que ele e Francisco Mascarenhas trabalharam juntos.

Inaugura OC RDM

Inauguração do transmissor de ondas curtas em 2/8/1956: Luiz Flores (cantor), Francisco Mascarenhas (Diretor), Marlene (Cantora carioca, Rainha do Rádio), Jacques Schweidson (anunciante). Abaixados: Alcionei (cantora) e o marido Mirandinha (pianista), Carminatti (roupa clara) Lourival Bruno (diretor técnico) e o operador de transmissor.

Ambos radialistas apaixonados, ambos empresários vitoriosos e advogados competentes, Florentino Carminatti Júnior e Francisco Mascarenhas protagonizaram jornadas de importância significativa para a história de Santa Catarina.

Carminatti Júnior em 1958.

Na conversa que tivemos e que gerou esta edição do programa Ponto de Encontro gravada na terça-feira, 20/05/2014, Carminatti repercute os bons tempos vividos no rádio e quanto ele guarda de carinho e respeito pelo diretor de rádio que o contratou na Rádio Diário da Manhã de Florianópolis e posteriormente foi colega na Fundição Tupy de Joinville e no escritório de advocacia que ambos mantiveram.

Paralelamente Carminatti também recorda dos seus tempos de Beira Mar Norte plena de moradias com lindas casas coloniais e pomares cheios de árvores frutíferas nativas entremeadas de outras tantas exóticas vindas de terras européias.  E faz uma revelação: “A cruz de ferro colocada no Morro do Antão (atual Morro da TV), quem levou-a foi meu avô Stefano Carminatti num carroção puxado por quatro cavalos”).

Ouça a entrevista com Carminatii Júnior:

 

Niver 1 da RDM

A partir da esquerda: Zininho (compositor), Renato Machado (operador de áudio), Alfredo Silva, Souza Miranda, Humberto Mendonça, Carminatti (terno branco), Nívea e Ciro Marques Nunes (locutores). Mirandinha (compositor e pianista) e Francisco Mascarenhas. Outros cinco não identificados.

 

[ Fotos acervo Caros Ouvintes ]

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *