Caros Ouvintes apresenta a série “Pioneiros do Fotojornalismo”

Com textos de Celso Martins (Portal Daqui), a série é uma produção da Revista Mural, do fotógrafo Marco Cezar, que autorizou a republicação no portal do Instituto Caros Ouvintes para manter viva a memória destes profissionais que fizeram história em Santa Catarina.

pioneiros fotojornalismo - dia 02 de setembro, dia do repórter fotográfico

Um total de nove perfis de fotojornalistas está publicado nesta etapa da série. Futuramente o Caros Ouvintes espera dar continuidade agregando novos perfis de fotojornalistas que atuaram no estado (use os comentários para sugerir nomes).

Conheça os outros nomes que terão seus perfis publicados nesta fase da série:

Amilton Vieira: O fotógrafo fez história nas redações quando ainda não se tinha o costume de usar fotos nas matérias e, com o tempo, os redadores começaram a perceber da importância de utilizá-las.

James Tavares: O famoso “Jacaré”, como é carinhosamente chamado pelos amigos, ficou conhecido por congelar em suas lentes imagens raras da Novembrada, sua primeira grande cobertura.

Lourival Bento: Conhecido por ser corajoso e rápido, os colegas de trabalho de Lourival lembram que muito provavelmente ele tenha sido o único a fotografar a Ponte Hercílio Luz do alto de uma de suas torres.

Orestes de Araújo: Trabalhou como repórter fotográfico na década de 1970, época em que a foto deixou de ser uma mera ilustração e passou a ser informação jornalística. Orestes é fundador do Jornal de Barreiros.

Olívio Lamas:  Tornou-se uma “lenda” entre os fotógrafos, pois colocava “a sensibilidade a serviço da informação jornalística”.

Osvaldo Nocetti: Autodidata, Nocetti é do tipo que, como descreveu Celso Martins, “assimila mais com a observação do que fazendo perguntas”.

Paulo Dutra: Manezinho da Ilha, começou a fotografar aos 17 anos e diz que chegou a ser o “fotógrafo mais vem pago do Sul do Brasil”. Atuou em jornais diários, na revista Manchete e nos Governos Federal e do Estado.

Rivaldo Souza: Interessou-se pela fotografia quando era apenas uma criança e, aos 19 anos já fotografava para o jornal O Estado.

Tarcísio Mattos: Nas palavras de Martins: “Magrinho e ágil, Tarcísio já usava o olhar como ferramenta, experimentado na câmera Tuka desde 8 anos e numa Yashika quanto completou 14”.

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] Neste dia 2 de setembro, dia do Repórter Fotográfico, o Caros Ouvintes inicia a publicação da série “Pioneiros do Fotojornalismo”, com textos de Celso Martins (Portal Daqui). A série é uma produção da Revista Mural, do fotógrafo Marco Cezar, que autorizou a republicação no portal do Instituto Caros Ouvintes para manter viva a memória destes profissionais que fizeram história em Santa Catarina. CONFIRA. […]

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *