A imagem do rádio: estudo de caso Rádio Globo

Ao longo de praticamente toda a sua história, o rádio foi definido como um meio exclusivamente sonoro. Isso mudou com a chegada da internet, formadora de uma verdadeira melting pot das mídias, e a universalização dos devices móveis, que renovaram a relevância e a popularidade do rádio.

Ano para reinventar a comunicação

O ano de 2016 não foi fácil. Para o setor de comunicação, então, nem se fala.

Veículos importantes encerraram suas atividades ou reduziram drasticamente suas estruturas, o investimento publicitário encolheu, e os consumidores consolidaram novos hábitos na hora de se informar e se divertir.

Afinal, o que significa qualidade na televisão?

No primeiro episódio da nova temporada da série americana Unreal – cujo mote é a exibição cruel dos bastidores nada éticos de um reality show casamenteiro -, os produtores debatem sobre o que seria um programa de televisão de impacto e o que seria um programa de qualidade.…

Jornal Zero agora é parte da hemeroteca catarinense

No dia 7 de junho de 2016, a Biblioteca Pública de Santa Catarina entregou à coordenação do Curso de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina o DVD com as edições digitalizadas da coleção do periódico Zero – jornal laboratório do curso que começou a circular em 1982.…

Roberto Landell de Moura: O pioneiro brasileiro das comunicações

O artigo faz uma reflexão historiográfica sobre o papel de Roberto Landell de Moura no desenvolvimento das tecnologias relacionadas à radiodifusão e às telecomunicações.

Revista Luso Brasileira é tema de tese de doutorado

Pesquisadora Cristina Iuskow redescobre a Revista Luso Brasileira, dirigida pelo jornalista português Mario Fernandes Dias.

Editada em Florianópolis, a revista circulou de 1961 a 1979 com distribuição local, nacional – nas principais capitais brasileiras – e em Portugal, além de outros países de língua portuguesa.

Brasilidade e embelezamento: o canto orfeônico e a assepsia dos gestos corporais

Cristina Iuskow é doutoranda em História na Universidade do Estado de Santa Catarina. No momento está pesquisando as relações políticas entre Brasil e Portugal nas décadas de 1960 e 1970. Possui graduação em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (1998) e mestrado em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001).

José Edmar Predebon: eu estou só me divertindo

Estas matérias que venho rotulando com o carimbo “Ponto de Encontro”, são mais um exercício de comunicação do que propriamente matéria jornalística. Não tem estúdio, não tem tratamento acústico, não tem nem microfone.

A televisão em Santa Catarina

Em Santa Catarina, segundo Antunes Severo, a TV chegou em 1955/56 para a primeira demonstração. Buscando esclarecer ainda mais este início, Cárlida Emerim e Beatriz Cavenachi escreveram um artigo que propõe restabelecer uma parte da história de implantação das emissoras de televisão em Santa Catarina.

O surpreendente mundo dos artistas de rua

O ano de 2013 que a alguns parece estar a léguas de distância, para outros está tão próximo como se tivesse terminado ontem. Aliás, os espaços urbanos das ruas de uma cidade, para quem vive enclausurado num escritório ou dentro de um apartamento de 60 metros quadrados, são mesmo aterradores.