Bruxas Soltas no Rádio

A peça completa radiofônica mais famosa de todos os tempos foi A Guerra dos Mundos, transmitida em 30 de outubro de 1938 pela CBS (Columbia Broadcasting System) de Nova Iorque, dentro do horário Teatro Mercúrio no Ar. Por Ricardo Medeiros, de FlorianópolisEra uma ficção científica que narrava a invasão da terra pelos marcianos, que desembarcavam […]

A nova era do rádio

Campeão de audiência entre os jovens, o veículo retoma o prestígio de outros tempos Por Sérgio Martins Revista Veja, 02/03/05Cinqüenta anos depois do fim de sua era de ouro, o rádio parece estar reencontrando o seu vigor. Ele está presente na casa de nove em cada dez brasileiros, é influente na cultura e na política, […]

Rodolfo Lima Martensen, um dos pioneiros do Rádio 2

Lima Martensen tenta carreira de “Speaker” em São Paulo. Aos 18 anos de idade, Lima Martensen  se transfere para São Paulo para onde seus pais haviam se mudado há algum tempo. Seu primeiro emprego é como vendedor mas ele não esqueceu de sua aventura  radiofônica no Rio Grande. Francisco Socorro, de Florianópolis Em São Paulo […]

As pioneiras 2

No capítulo de hoje você verá um panorama das comunicações na Santa Catarina de meados do século passado. Uma visão que vai do sistema viário às comunicações, particularmente no que se refere aos primeiros momentos da radiodifusão no estado. Por Antunes Severo, de Florianópolis Nosso trajeto é longo, mas generosamente carregado de recompensas, principalmente, para […]

Comunicação em família funciona em Joinville

Um dos radialistas mais populares em Joinville é Acácio Martins, conhecido como Cacá Martã. O sucesso atualmente não se deve somente ao próprio Martã, mas a toda família Martins que é envolvida na produção dos programas e no gerenciamento da agência de comunicação Acácio Martins. Por Ricardo Wegrzynovski, de Joinville O filho, Carlos Eduardo Martins, […]

Rodolfo Lima Martensen, um dos pioneiros do Rádio brasileiro

Durante os anos de 2003 e 2004 ajudei a coordenar um projeto que visava resgatar a memória de um  profissional  de publicidade que, além de escritor, poeta e intelectual foi uma figura humana admirável. Por Francisco Socorro*, de Florianópolis Refiro-me a Renato Castelo Branco, que dedicou 50 anos de sua vida à construção das bases […]

Rádio Diário da Manhã, 50 anos depois

A história da Rádio Diário da Manhã começa com o registro de uma  Sociedade por cotas de responsabilidade limitada, em 1º de agosto de 1952, por iniciativa do então empresário e político Irineu Bornhausen. A nova empresa foi criada com o objetivo de exploração de uma gráfica, um jornal e uma emissora de rádio, na cidade de […]

363 dias sem Aldírio

Falta menos de um mês para carnaval. As escolas esquentam os tamborins enquanto lutam pela sobrevivência, quando chega a notícia: morreu Aldírio Simões. Aos que o amaram e o respeitam ainda, a reverência dos nossos Caros Ouvintes. Aldírio, Mané Rei, aqui você é eterno e nunca morrerá em nosso coração. A seguir, o texto de […]

Bom dia Dakir Polidoro

Conheci Dakir Polidoro em 1957.  Eu era um garoto e ele me foi apresentado pelo meu falecido pai, Ralf Pasold, no então famoso “Bar do Felinto” que ficava no térreo do prédio ao lado no qual estava instalada a Rádio Diário da Manhã, na Praça XV de Novembro. Por Cesar Luiz Pasold, de Florianópolis Ele […]

Dakir Polidoro e a Hora do Despertador

Durante quase 35 anos, Dakir Polidoro acordou os moradores de Florianópolis às 6 horas da manhã com a frase: “Tá na hora, vamos levantar, tá na hora…”, dando início ao programa “A Hora do Despertador”, da rádio Diário da Manhã. [ Por Marcelo Lubi* ] Utilizando-se de sinos e buzinas estridentes, o radialista conquistou por […]