Chegou a rádio do sonho de todos nós

Acredite. Essa emissora revolucionária iniciou suas transmissões em caráter experimental no primeiro semestre de 1962, na cidade de Florianópolis e existe ainda hoje, 16 de outubro de 2015.

Sete_Dias_n.01O surgimento da emissora foi anunciado pela imprensa da Capital, especialmente com destaque pelo jornal Sete Dias, um semanário de curta duração, mas que fazia parte do projeto político do deputado federal Aroldo Carvalho pretendente à candidatura de governador do estado Santa Catarina. A “cabeça de rede”, como se dizia à época, ficava na cidade de Canoinhas, ao norte do Estado de Santa Catarina. A rede tinha previstas mais duas emissoras: uma em Blumenau e a outra em Tubarão.

Em Florianópolis, George Alberto Peixoto, foi o primeiro gerente de programação contando com nomes destacados como Fenelon Damiani, Raul Caldas Filho, Emílio Cerri, Mauro Júlio Amorim e Donato Ramos entre outros. A chefia de radiojornalismo foi implantada por Jali Meirinho, que também exercia a secretaria de redação do jornal Sete Dias.

O anúncio da nova emissora foi publicado na primeira edição do jornal Sete Dias que circulou no domingo, dia 22 de abril de 1962, na página 7 e dizia “despretensiosamente”:

Rádio Santa Catarina – Ouvida em toda a região da Capital. Um auditório de meio milhão de consumidores – dispondo dos mais modernos equipamentos eletrônicos, com transmissores de ondas médias e de frequência modulada (FM), em alta fidelidade, confiada a uma equipe especializada e adotando revolucionária programação, a Rádio Santa Catarina se constitui no mais eficiente meio de divulgação.

Música, somente música – apenas um texto e um “jingle” entre dois números musicais, separados pela informação da hora certa sem patrocínio. Em cada 25 minutos um informativo e a hora certa patrocinada.

Horário marcado – o cliente será informado previamente do horário da sua publicidade.

Maior audiência – o revolucionário sistema de programação terá a preferencia dos ouvintes, valorizando as mensagens de nossos anunciantes.

Conheça os nossos planos de publicidade e colha resultados positivos.

A Rádio Santa Catarina AM 890, abandonou o projeto inicial ainda nos primeiros anos de atividades e posicionou-se com programação musical voltada para os sucessos comerciais que dominavam as paradas estimuladas pelas gravadoras. Nessa condição manteve-se na liderança de audiência nas camadas populares por quase 30 anos. Atualmente, e já há alguns anos está alugada para um dos segmentos religiosos de fé cristã.

2 respostas
  1. Jali Meirinho says:

    Prezado Antunes,
    Registro, como este, mostra quanto é importante, uma pequena revelação, para a construção da História; no caso, dos meios de comunicação em Santa Catarina.
    O “reclame”, no jornal, identifica-se com o seu tempo, com as transformações e o anseio de modernidade que povoava a cabeça daqueles idealistas citados.
    Jali Meirinho

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *