Chopin, Jobim, eu e a ilha

O espetáculo Chopin, Jobim, eu e a Ilha tem todo o sabor, o charme, a ternura e a magia de um programa de rádio. Mirandinha, pianista, compositor e arranjador que brilhou nos tempos áureos da Rádio Diário da Manhã, depois de um longo recesso, volta nesta quinta-feira ao placo do Lira Tênis Clube, o imortal Clube da Colina com um musical totalmente produzido por ele e dirigido por Irê Silva e que conta com a participação de músicos e cantores locais.
Por Antunes Severo

 Clique aqui e ouça este aperitivo sonoro na voz de Mirandinha.
Antônio Santos Miranda, o Mirandinha, vem para Florianópolis no início de 1955 atraído pela sonoridade das ondas da Rádio Diário da Manhã. Chega e de imediato se incorpora à “Legião Estrangeira” formada por astros e estrelas que acorrem de várias partes do Brasil – e de outros países da América Latina – que passam a brilhar na constelação da jovem e poderosa RDM.
A emissora que começara em janeiro com uma estação de ondas médias, em julho do mesmo ano inaugura um transmissor de ondas curtas que cobre literalmente o Continente Americano.
A paixão foi de tal ordem que o jovem pianista paranaense logo esquece as lindas polacas das araucárias, se enamora e casa com a cantora Alcionei e fixa residência na Ilha que se transforma em sua grande musa inspiradora. Mesmo tendo feito temporadas em outras cidades brasileiras, nestes últimos 50 anos, Mirandinha mantem sua residência na capital catarinense, de onde fala hoje para os nossos Caros Ouvintes.
Ouça a seguir como vai ser o show na voz do próprio Mirandinha.
 Como é esse show, Mirandinha?
 As músicas são todas de tua autoria?
 Vai ser então um desfile declarações de amor à Ilha, não é mesmo?
 Conta agora pra gente como vai ser a seqüência do show.
Fotos em forma de álbum, tamanho reduzido (9,0 x 12,0 cm) com legenda em baixo.
Fotos:


Como os grandes músicos da época, Mirandinha aperfeiçoa sua música
em bares e boates de Curitiba.


Agora já em Florianópolis, demonstra o domínio sobre outros instrumentos
tocando na orquestra do Lira Tênis Clube.


Participa de eventos sociais na recepção à Miss Santa Catarina. Aí já aparece,
ao centro, sentada, Aldonei Ávila com quem viria casar.


Cuida de sua imagem de intelectual participando do programa O Céu é o
Limite onde responde sobre música.

Serviço. 

:: Os áudios apresentados são trechos editados da entrevista concedida na segunda-feira, 13/03/06 e que faz parte do acervo do Instituto Caros Ouvintes.

:: As fotos fazem parte do acervo da família do entrevistado.

:: O show é uma promoção da Secretaria de Turismo de Florianópolis. Será nesta quinta-feira, 23/03/06 e está programado para as 21 horas com entrada grátis.


{moscomment}

Categorias: , , Tags: , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *