CIT promete aumentar a competitividade da indústria brasileira

MILTON – Bom dia, Ethevaldo, como vai?

ETHEVALDO: Bom dia, Milton, bom dia, ouvintes. Tudo ótimo.

MILTON – Ethevaldo, na sua opinião, qual é a iniciativa recente mais importante para melhorar a qualidade e a competitividade da indústria brasileira?

ETHEVALDO: É a criação do Centro de Inovação e Tecnologia construído e inaugurado no bairro de Pinheiros em São Paulo, em maio, pela Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil.

MILTON – Que faz esse Centro?

ETHEVALDO: Esse Centro foi projetado para divulgar e orientar a indústria na adoção dos mais avançados processos de automação e fazer demonstrações na prática operações logísticas para distribuição e varejo, de armazenamento, de rastreabilidade de medicamentos e também de lojas inteligentes.

Vale a pena visitar e conhecer esse Centro, Milton, para ver a importância de padrões como código de barras, código GS1 DataMatrix, código GS1 DataBar e soluções de identificação por radiofrequência EPC/RFID – para lojas que instalam o conceito self check out.

MILTON – Quais são as maiores vantagens da adoção desses padrões?

ETHEVALDO: Além de reduzir custos e ampliar o grau de automação em diversos segmentos da indústria, esses padrões modernizam e aceleram o atendimento de clientes, aumentam a competitividade dos produtos nacionais no mundo.

Eu vi num supermercado em Berlim pacotes de carne bovina importada do Brasil com código de barras e chips que indicam procedência, condições sanitárias do gado, área de produção livre de aftosa, validade e tudo o mais que o consumidor precisa saber.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *