CNN anuncia lançamento de canal em português com sede no Brasil

O Brasil vai ganhar um canal em português da CNN. O anúncio foi feito pela rede norte-americana na tarde de segunda-feira (14/01).

O jornalista Douglas Tavolaro, que deixou  a vice-presidência de jornalismo da Record TV, estará à frente da iniciativa, juntamente com Rubens Menin, presidente da MRV Engenharia e do Banco Inter. A dupla obteve um acordo de licenciamento com a CNN International Commercial.

A CNN Brasil será um canal com 24 horas de notícias e estará disponível para assinantes de TV paga e em plataformas digitais. A rede não divulgou o número de profissionais que serão contratados para formar a equipe com base no país, mas a emissora deverá ter representantes em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, além de correspondentes no exterior.

Em sua página no Twitter, Menin falou sobre os objetivos do projeto. “Sabendo da importância de uma imprensa livre e independente, pautada pela ética e responsabilidade, que trata os fatos de maneira construtiva, pretendemos protagonizar a construção de um país melhor e ampliar a sua visibilidade ao mundo com informações relevantes. Novos tempos virão!”, escreveu o empresário.

Tavolaro será o CEO da CNN Brasil e Menin, o presidente do Conselho de Administração. “Estamos mjuito satisfeitos em anunciar este acordo de licenciamento com nosso novo parceiro”, disse Greg Beitchman, vice-presidente de Vendas de Conteúdo e Parcerias da CNNIC. “O Brasil é um país empolgante para continuar a expansão da marca. Este anúncio é parte de uma estratégia global para trabalhar com parceiros que pensam da mesma maneira e que enxergam uma clara oportunidade para produtos e serviços de notícias locais da marca CNN”, acrescentou.

“A CNN é um ícone global e a parceria com essa marca é o sonho de um jornalista se tornando realidade. Estou deixando um dos maiores e mais importantes grupos de mídia do país com gratidão por tudo o que vivi lá e não poderia estar mais animado sobre esta próxima fase da minha carreira”, afirmou Tavolaro.

Nos próximos meses, serão desenvolvidas diversas atividades para preparar a infraestrutura, identidade de marca e conteúdo, recrutar e treinar jornalistas e equipes de produção. As CNN Internacional e em espanhol continuarão disponíveis no país e não fazem parte do licenciamento da CNN Brasil.

(Portal Imprensa, 14/01/2019)

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *