Como integrar aplicativos

O primeiro grande objetivo das empresas, atualmente, em tecnologia da informação (TI), é integrar aplicativos empresariais de forma coerente, nas grandes estruturas tecnológicas da empresa: seja na nuvem seja na internet, em recursos de mobilidade e nas redes sociais. Nem sempre é fácil escolher o aplicativo empresarial correto, pois esses recursos são relativamente novos e evoluem rapidamente, como ferramentas gerenciais. Além disso, há dúvidas naturais sobre novas tecnologias. Assim, por exemplo, muitas empresas querem saber de que maneira a computação em nuvem, as mídias sociais e os crescentes recursos de mobilidade estão mudando o mundo dos dados e o desenvolvimento de aplicações empresariais. Ou compreender o impacto da nuvem, das mídias sociais, da mobilidade nos negócios ou da arquitetura orientada a software, ou SOA (sigla do inglês Software-Oriented Architecture), que é um novo campo de grande interesse para as empresas.

Nuvem e web

As empresas estão realmente interessadas em saber se a computação em nuvem já está pronta e amadurecida para executar as aplicações corporativas ou comerciais. Outra questão fundamental é saber como obter o máximo de benefícios da nuvem e, ao mesmo tempo, gerenciar seus eventuais riscos e problemas de segurança.

As corporações buscam hoje tirar o máximo proveito dos investimentos feitos em internet e software. Estão mais conscientes da importância de uma escolha correta da infraestrutura da web, de suas características e de seu desempenho – como velocidade e confiabilidade –, bem como da garantia de sua atualização permanente e do treinamento do pessoal que vai utilizá-la.

Mobilidade

É sabido de todos que o uso de recursos de mobilidade pode ampliar os horizontes de qualquer empresa no mundo atual. Mas é preciso que esses recursos tenham plena conectividade e funcionalidade, integrando smartphones, notebooks e tablets.

Não há como ignorar o potencial desses dispositivos móveis, nem suas tendências para os próximos anos, pois o mundo vive uma espécie de explosão desse tipo de comunicação. E o futuro parece ainda mais promissor, como demonstra um estudo da União Internacional de Telecomunicações (UIT), segundo o qual, em 2020, o planeta deverá contar com mais de 55 bilhões de dispositivos móveis em serviço. Desse total, cerca de 12 bilhões serão dispositivos de comunicação interpessoal, como celulares, smartphones, tablets e notebooks. Os restantes 43 bilhões serão dispositivos móveis de comunicação homem-máquina e máquina-máquina.

O caso brasileiro é exemplar: o País já conta hoje com 90 milhões de internautas, 54 milhões dos quais em banda larga móvel ou 3G. O mercado brasileiro é o quinto do mundo. Alcançou 253 milhões de celulares em serviço em junho de 2012 e deverá superar os 300 milhões no segundo semestre de 2013. A importância da mobilidade no Brasil poderá ainda crescer muito com a implantação da quarta geração (4G) até 2016.

Redes e integração

Atualmente, um dos desafios mais importantes a serem superados pelas corporações é saber como usar adequadamente todo o potencial das redes sociais, que a cada dia se tornam ferramentas sempre mais poderosas de aceleração de negócios e de relacionamento com os clientes.

Além de escolher bem os diversos aplicativos, é preciso integrá-los corretamente no ambiente empresarial de TI e evitar a criação de uma verdadeira colcha de retalhos, sujeita a diversos tipos de incompatibilidades. Nesse campo, há muitas questões inter-relacionadas, como o planejamento de recursos corporativos, a segurança das aplicações, a modernização da infraestrutura, o gerenciamento dos dados e a estratégia corporativa de mobilidade.

Para as empresas, o maior desafio nessa área talvez seja dominar todos esses recursos de informática e tirar o máximo proveito de TI em seus negócios, porque essas estratégias ainda não são ensinadas em todas as faculdades de administração, já que existem poucos cursos nessa área. Para suprir essa falha, há eventos de alto nível que permitem às empresas acompanhar a evolução desse universo de aplicativos.

Evento especial

Um desses eventos vai realizar-se em São Paulo, na próxima semana. É a conferência internacional de integração de aplicativos, ou AADI, sigla de Aplication Architecture, Development & Integration, a ser promovida pelo grupo Gartner e que cobre muitos dos pontos aqui abordados.

O AADI é o maior evento dessa área realizado no Brasil e destina-se a diretores de TI (CIOs) e executivos que buscam aprimorar a integração de recursos de TI na empresa. O chairman da conferência será Jess Thompson, vice-presidente de Pesquisas do Gartner Research, e um dos maiores especialistas em integração de aplicativos dos Estados Unidos. Entre os palestrantes internacionais, estão ainda os especialistas Gene Phifer, David Mario Smith, Joseph Feiman, Mark Beyer, Nick Gall, Ross Altman, Van Baker e o brasileiro Cassio Dreyfuss.

O evento será realizado no Hotel Sheraton WTC de São Paulo, nos dias 14 e 15 de agosto. Os interessados podem obter mais informações e inscrever-se pela web (www.gartner.com/br/aadi) ou pelos telefones (11) 3074-9724 e (011) 3073-0625.

Copyright 2012 – O Estado de S. Paulo – Todos os direitos reservados

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *