Conversa de Ban em site da China atrai 20 milhões de internautas

Secretário-Geral respondeu a perguntas de usuários da mídia social Sina Weibo; ele está em viagem oficial ao país asiático.

MÍDIA | Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York

O Secretário-Geral da ONU participou de uma conversa ao vivo com usuários da mídia social chinesa Sina Weibo. O bate-papo, nesta terça-feira, atraiu a atenção de 20 milhões de internautas, segundo estimativas preliminares. Ban Ki-moon, que está em visita oficial à China, respondeu a perguntas dos usuários do Weibo logo que desembarcou em Pequim. Foram mais de 16 mil questões enviadas e Ban respondeu a 20 delas, sobre seu trabalho na ONU, a cooperação entre China e África e o papel das mídias sociais. Ao ser questionado sobre a Rio+20, o Secretário-Geral lembrou que a conferência “foi um sucesso enorme”, colocando o mundo “rumo ao caminho da sustentabilidade.” Ban, que vai participar da abertura do Fórum sobre a Cooperação China-África, explicou aos internautas que muitos países africanos passam por dificuldades econômicas e sociais. Na opinião dele, a China tem feito um “grande esforço em ajudar essas nações a enfrentar” crises, destacando a promoção da cooperação Sul-Sul. Em quase uma hora de interação ao vivo, Ban Ki-moon também expressou sua visão sobre a urbanização, a crise na Síria, a reforma das Nações Unidas e sua simpatia pela cultura chinesa. O perfil da ONU no Sina Weibo – uma popular plataforma chinesa que inclui elementos do Facebook e do Twitter – tem mais de dois milhões de usuários. Muitos jovens da China buscam a página para aprender sobre o papel das Nações Unidas.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *