Crase quebra galho

A TV Iguaçu, com seus equipamentos modernos para a época(1968), amplos estúdios e um departamento de arte dirigido pelo talentoso artista plástico Wilson Andrade e Silva, era a preferida das agências de propaganda para gravar comerciais de seus clientes. Certo dia estava sendo gravado comercial de uma loja da cidade quando Hiran de Holanda – diretor da emissora – passou pelo estúdio e viu um cartão, que seria focalizado no comercial, onde estava escrito: loja tal, a mais de 20 anos servindo você. Holanda chamou o responsável pela produção do comercial e ponderou; “ não me leve a mal, mas está faltando um agá  nesse seu comercial. Você pode pedir ao nosso pessoal para escrever certo, assim: há mais de 20 anos servindo você. Passou algum tempo e o produtor do comercial chegou na sala de Hiran Holanda com uma pergunta: “Será que uma crase nem a sem agá não quebra o  galho?”

Categorias: , , Tags: , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *