Da Olivetti à Internet, ousadia e coerência

Se existe na história recente da mídia brasileira um momento que mereça ser considerado, esse momento aconteceu num período situado entre as décadas de 1970 e 1980. 

Foi quando as tradições cederam seus espaços a uma sociedade que se dizia sem eira nem beira e que teve em terras de Santa Catarina o terreno fértil e generoso para se projetar, enfrentar os preconceitos e se posicionar como uma espécie de Triângulo das Bermudas dos Mares do Sul.
E isto foi expresso – e continua sendo – por um grupo de profissionais, que sem menosprezar as conquistas anteriores ousou lançar suas marcas como bandeiras em desafio aos colonizadores num trabalho organizado por Laudelino José Sardá em nome da UNISUL.
Dessa trupe muitos fizeram parte, alguns em especial, e dentre estes os que Laudelino José Sardá apresenta em seu livro Da Olivetti à Internet lançado esta semana, em noite de autógrafos na Livraria Saraiva, no segundo piso do Shopping Iguatemi, em Florianópolis.
São depoimentos instigantes de profissionais com larga prática de profissão e muitos espinhos pisados no caminho: Acari Amorim, Adelor Lessa, Aldo Grangeiro, Apolinário Ternes, Celso Vicenzi, Elaine Borges, Elisabeth Karam, Gervásio Luz, Ildo Silva, Laudelino José Sardá (organizador da antologia), Laudelino Santos Neto, Lourenço Cazarré, Luciano Bitencourt, Marcos Bedin, Mário Medaglia, Mauro Meurer, Orestes Araújo, Orlando Tambosi, Raimundo C. Caruso, Raul Caldas Filho, Salim Miguel e Sérgio Lopes.
Alguns textos refletem o pensamento bem humorado do autor, enquanto outros vêem a mudança com certo pessimismo em relação ao jornalismo atual, principalmente com o excesso e a velocidade da informação. Outros denunciam a superficialidade do trabalho jornalístico, que muitas vezes apenas registra as declarações dos entrevistados, sem questioná-las ou discuti-las atentamente. Os textos contam várias histórias e experiências de repórteres e fotógrafos que nos últimos trinta anos trabalharam em jornais e revistas de Santa Catarina, e como correspondentes da mídia de São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro.
Site relacionado: www.unisulhoje.unisul.br


{moscomment}

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *