Dante Mendonça lança em Florianópolis Maria Batalhão

O jornalista e cartunista catarinense Dante Mendonça lançou hoje no Box 32 do Mercado Público Municipal de Florianópolis o seu mais recente trabalho de ficção: o romance Maria Batalhão – Memórias póstumas de uma cafetina. Mas, quem é Maria Batalhão? No anúncio de capa os editores informam que “Na penteadeira de Maria Batalhão , que ficou famosa em Curitiba, Paraná, repousam as mais íntimas recordações das gloriosas cafetinas da obra de Daltro Trevisan: Dinorá, que custeou a faculdade de muito doutorzinho; Otília, com seu bangalô de cor azul-calcinha, Alice, a fada negra que fervia no caldeirão água quentinha para suas meninas; Uda, que às três da tarde recebia ungidos do Senhor; Ávila, a loira de novecentos quilos, parente de Jânio Quadros; quem era Madame Genet, que fez mais para a imaginação de muitos brasileiros do que Alexandre Dumas ou Victor Hugo? Que fim levou a francesa do Cachorrinho, que não era uma, mas eram muitas? Esse curioso universo de paixões carnais, segredos e momentos picarescos da alma de nossa sociedade inominável é a matéria-prima do ficcionista, cartunista e observador de costumes Dante Mendonça que, a rigor, recria com todos seus matizes, neste livro, a essência da vida dos prostíbulos, no Brasil”. O lançamento é da Editora Esplendor, de Curitiba.2012.

Categorias: Tags: , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *