De Música Concreta à Arte Sonora

As classificações se embaralham em meio as muitas alterações provocadas pela convergência das mídias? Não só isso. Além dos avanços tecnológicos as linguagens também se mesclam, embora isso não seja exatamente novidade…mas então porque chamar hoje de “arte sonora” um conteúdo que no século 20 foi classificado como ” música concreta” ? Comemorando-se mais de 60 anos da criação da “Sinfonia de um Homem só” composta pelo francês Pierre Henry e considerada pilar inaugural da música concreta, os produtores do evento no Parque Lage usaram o título “arte sonora”. Vamos investigar um pouco essa opção ouvindo entrevistas com os músicos Rodolfo Caesar e Tim Rescala. Para quem quiser saber mais a respeito desse tema que inclui a arte sonora e o rádio, sintonize o programa RÁDIO MIRABILIS dia 17 de novembro, quarta-feira, meia noite e meia, na MEC-FM 98.9 mhz. Ou escute a qualquer hora depois deste dia, no podcast da emissora em www.radiomec.com.br
 
A foto clicada em meu iphone é do compositor RODOLFO CAESAR na noite de abertura do evento no PARQUE LAGE

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *