Dia do Radialista repercute no Congresso Nacional

Deputado Federal Raimundo Matos (PSDB-Ce.) homenageia radialistas com discurso onde destaca: “quero (…) destacar a importância desses profissionais que fazem a notícia chegar em tempo real aos mais diversos lugares do Brasil e do mundo”.
O deputado segue relembrando alguns episódios dos primeiros tempos do rádio no Brasil a partir da instalação da Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, com o prefixo PRA-A, fundada por Edgar Roquette Pinto, na Academia Brasileira de Ciências, aos 20 dias de abril de 1923.

E assinala: “Como não existiam escolas para formação profissional de radialistas, a primeira emissora brasileira, PRA-A, teve locução a cargo de radioamadores, pela experiência que possuíam com o microfone. A programação da emissora, na época, consistia em música erudita, conferências e palestras que pouco interessaram aos ouvintes. Mas, o carisma desses profissionais superava o conteúdo das transmissões. Por 30 anos no ar, Vital Fernandes da Silva, mais conhecido como “Nhô Totico”, foi o grande astro da Era do Rádio”.

O texto completo do discurso do parlamentar pode ser acessado na Assessoria de Imprensa/Gabinete do Deputado Federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE). Wilton Bezerra Júnior, Radialista e jornalista.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *