Dia do Rádio e da Radiodifusão, que é isso afinal?

Se durante algum tempo estas datas chegaram a fechar emissoras para que fossem comemoradas, hoje elas mal mexem com a lembrança de alguns saudosistas que viveram os chamados anos dourados do rádio.
Por Antunes Severo

O Dia do Rádio e da Radioifusão é uma comemoração criada em homenagem ao aniversário de nascimento de Edgard Roquette-Pinto. O Pai do Rádio, como veio a ser reconhecido, nasceu no dia 25 de setembro de 1884. Roquette-Pinto com o apoio do também professor Henrique Morize fundou, em 23 de abril de 1923, a primeira emissora com uma grade de programação e transmissões regulares: a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro.
Por muitos anos o Dia do Rádio e do Radialista foi comemorado na data de 21 de setembro com base em informações históricas referentes ao decreto do governo Vargas que criou e regulamentou a profissão de radialista, em 1944.
O Dia Nacional do Radialista, entretanto, a partir de 2006 deve ser comemorado no dia sete de novembro, data de aniversário do radialista Ary Barroso. A Lei que institui essa data foi assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e publicada em 25/07/2006 no Diário Oficial da União.
O radialista
Uma coisa, entre todas as demais que se possa reunir para falar da importância do rádio, é a sintonia que precisa existir entre o ouvinte e o radialista. Parece que essa sintonia tem a ver com o carisma. E mais: a constatação de que “Dentro de cada Radialista existe um inexplicável sentimento de dedicação e o interesse pelo que faz”. Mas, “só o idealismo não é o suficiente, existe a necessidade do talento”, sem dúvida nenhuma. Então, por isso também é possível compreender porque o rádio é o veículo de comunicação de maior credibilidade.
O rádio
O rádio no Brasil alcança 98% dos domicílios (residências) e está presente em 83 dos veículos que trafegam no país. São no total 153 milhões, 109 mil aparelhinhos fazendo companhia ao cidadão brasileiro.
http://www.aesp.org.br/arquivos/radio_digital/Apresentacao_Radio_Digital%20.pps#10
A comemoração
A Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão – ACERT, irá comemorar o Dia do Rádio, próximo dia 25, a partir das 20 horas, no Hotel Vila Galé, em Fortaleza. Na oportunidade, será concedido o Troféu Revelação 2007, a dois radialistas como Revelações no Rádio e na Televisão. Está prevista ainda, a entrega do IV Prêmio Acert de Propaganda em Rádio aos profissionais de Agências de Publicidade e estudantes do Curso de Publicidade e Propaganda do Ceará, em reconhecimento aos seus talentos pelas criações de peças publicitárias e campanhas. Também, nesta mesma noite acontecerá o lançamento do Guia do Rádio – Edição 2008.
O pensamento
“O meu papel no rádio não foi o de sacerdote que está dizendo missa, nem do cantor que está no coro ou o organista… Foi o papel de sineiro, o homem que faz o bronze vibrar, chamando os crentes. Eu apenas vi que, para minha terra, para o meu povo, o rádio era uma nova força, uma alavanca nova de progresso. E então, agarrei a corda do sino e bati, e bati… Não fui senão um simples sineiro”.
Edgard Roquett-Pinto
 


{moscomment}

Categorias: Tags:

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *