Dia do Rádio é homenagem a Roquette Pinto

No dia 25 de setembro, data do nascimento de Roquette Pinto – o “Pai do Rádio Brasileiro” -, comemora-se o Dia do Rádio. Em 1923, Roquette fundou a primeira emissora do país, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. Era uma fase experimental do veículo, sem grandes avanços tecnológicos.

 

Entretanto, a história começou no ano anterior,  mais precisamente em 7 de setembro de 1922, na comemoração do I Centenário da Independência brasileira.

Uma grande feira internacional montada para o centenário recebeu visitas de empresários americanos trazendo a tecnologia de radiodifusão para demonstrar na feira, que nesta época era o assunto principal nos Estados Unidos. Na ocasião, uma estação de rádio foi instalada no Corcovado, no Rio de Janeiro, para a veiculação de músicas e do discurso do então presidente Epitácio Pessoa. A transmissão foi captada em Niterói, Petrópolis, na serra fluminense e em São Paulo, onde foram instalados aparelhos receptores.

Depois da primeira transmissão no Brasil, Roquette Pinto tentou convencer o Governo Federal a comprar os equipamentos apresentados na feira internacional. Ele conseguiu convencer a Academia Brasileira de Ciências a comprar os equipamentos que seriam utilizados como instrumento de educação. Foi criada então a primeira rádio do país. a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, fundada em 1923 e dirigida por Roquette-Pinto.

Roquette Pinto

Em 1936, doou a rádio ao Governo Brasileiro, especificamente ao Ministério da Educação, transformando-a na atual Rádio MEC. Roquette-Pinto também foi radioamador e participou de várias associações da categoria, como a Liga dos Amadores Brasileiros de Rádio Emissão (LABRE). Em 1937 sua estação detinha o indicativo SB1AG.

Edgard Roquette-Pinto nasceu no Rio de Janeiro em 25 de setembro de 1884. Foi um médico legista, professor, escritor, antropólogo, etnólogo e ocupou a cadeira 17 da Academia Brasileira de Letras. Foi um dos mais importantes e influentes intelectuais brasileiros do século passado. Ele morreu em 1954.

Primeira transmissão em SC

O registro da memória da radiodifusão em Santa Catarina tem um único e mesmo ponto de partida: a cidade de Blumenau. Aí surgiram as primeiras experiências que resultaram na constituição da PRC-4 Rádio Clube em 1936, e da TV Coligadas, Canal 3, em 1969. Depois vieram as rádios Difusora de Joinville, Clube de Itajaí e Guarujá de Florianópolis.

 

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *