Donato Ramos, incorrigível, brinca com a imortalidade

No final da entrevista ele pergunta: “Você sabe porque nós, escritores, somos imortais?” e rápido, responde: “Porque nós não temos onde cair mortos”!

Na quinta-feira, 20/11, compareci à cerimônia de lançamento dos livros dos 13 escritores selecionados pelo projeto Cem Cópias Sem Custo e lá encontrei três dos cronistas-colaboradores desde o lançamento do site do Instituto Caros Ouvintes: Donato Ramos, Aguinaldo José de Souza Filho e a Ivonita Di Concilio. O resultado, ‘como não poderia deixar de ser’, foi mesmo uma entrevista que reproduzo nesta extemporânea edição especial do Ponto de Encontro.

Guerreiros de muitas batalhas, sempre justas, embora nem sempre compreendidas, para surpresa nossa – e talvez, até sua – não nos limitamos à rememoração de glórias e fracassos do passado. Falamos do presente e daqui prá frente. Outra surpresa, falamos de nós, de nossos planos e dos sonhos que continuamos sonhando e curtindo para transformá-los em realidade.

Bem, a coisa ficou tão fora das arcaicas bitolas convencionais que o melhor mesmo é você clicar no ícone do podcast e curtir o acontecido. Saudades do passado? Bem ao contrário: elucubrações para hoje, amanhã e depois.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *