Donato Ramos, “o que!? Desistir?! Nunca!!!”

Quase no final da entrevista, eu fiz esta pergunta: “O que você diz para o nosso ouvinte como um tchau e até uma próxima matéria?”

Donato IdososE o Donato, de pronto respondeu: “Viva. Da forma que for possível. Levante cedo. Olhe para o espelho – essa é muito boa – você olha para o espelho e fala assim: ‘O  que eu quero pra mim hoje? Será que aquilo que eu fiz ontem eu vou carregar nas costas? Não, não, deixa lá. Deixa aquela mala lá. Para que carregar mais peso. Comece do nada’. Agora. Olhe para o espelho e diga ‘Sou bonito. Me amo. Eu amo a vida. E vou tentar sair por aí e fazer algo em favor dos outros”.

O Donato está chegando perto dos 200 livros editados entre crônicas, poesias, variedades, sonhos, muitos sonhos. A maioria – quase totalidade deles estão disponíveis nos e-books. Foi radialista, jornalista, cronista – e eu paro por aqui para não aumentar o cacófato com a palavra lista. Hoje brinca de ser músico, compositor, violonista e cantor.

Nas horas vagas ele está voltado, empenhado, atolado até o pescoço. É um missionário que dedica o melhor de sua vida em favor dos idosos. Isso vem de longe e alguns resultados positivos até que ele tem conseguido. Hoje nos encontramos no estúdio da TV Câmara onde fomos gravar entrevista para o documentário sobre os 50 anos do Rancho do Amor à Ilha, o hino oficial da cidade de Florianópolis. Terminada a atarefa protocolar fomos até o coreto da Praça XV para atualizar as novidades e, ao final gravar a entrevista que você pode ouvir agora. Foto Caros Ouvintes

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *