E a Diário da Manhã foi para onde?

Os caminhos nem sempre são claros, mas sempre deixam rastros.Bonjour, caro colega. Fiquei com uma pulga atrás da orelha: depois que a Diário da Manhã saiu das mãos dos Konder-Bornhausen, ela passou a pertencer a quem? E a partir da qual ano? Antes da RBS ela pertenceu a mais alguém? Um abraço. Ricardo.
Boa questão, mano. Vou pesquisar. Ainda neste final de semana, comento algumas novidades. Aguarde! Tudo andando nos trilhos. Beijo procê e para as meninas. Do Antunes e da Preta Severo

Categorias: Tags: ,

Por Ricardo Medeiros

Doutor em Rádio pelo Departamento de História da Université du Maine (Le Mans, França). Radialista, jornalista, escritor e professor de rádio do curso de Jornalismo da Faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina e assessor de imprensa da Prefeitura de Florianópolis. É um dos fundadores do Instituto Caros Ouvintes.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *