Educação: o exemplo dos municípios

Volta e meia aparecem boas notícias na educação que, geralmente, vêm de pequenos e médios municípios. Em Bom Princípio, está sendo instalada uma escola de música, biblioteca municipal e um núcleo de contraturno escolar, e tudo com o objetivo de tornar o município um dos melhores em educação e um centro de desenvolvimento cultural e tecnológico.

Em Caxias do Sul, está sendo desenvolvida intensa atividade na unidade de cinema e vídeo, com a realização de workshops, palestras, cursos e mostra de cinema e um grande apoio aos produtores locais. Em Veranópolis, foi alcançado índice zero de analfabetismo, o que exige um trabalho permanente de colocação nas escolas de todas as crianças do município.

Em Nova Hartz, estão sendo ministrados cursos de almoxarife, design de moda e eletricista predial de baixa tensão, com uma frequência de 47 alunos para esses cursos. Em Alegrete, a área da educação está qualificando 10 educadores. Desenvolvendo as
atividades artísticas e culturais, através da movteca e cinemov, a meta é ampliar essas atividades para todos os núcleos e ocupar o tempo livre das crianças, com o intuito de construir uma rede de proteção social.

Todas essas ações evidenciam que a educação no Estado não está tão parada quanto parece, embora se reconheça a necessidade de um envolvimento maior por parte dos demais municípios, a fim de que esses resultados alcancem patamares mais consolidados. O importante é construir uma educação melhor e assim levar o Estado ao desenvolvimento humano, cultural e científico, que sempre foi uma de suas tradicionais e principais marcas.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *