Eli Heil e o mundo do ovo que é também do povo

Pelas ruas da minha cidade começa hoje com a Claudinha confessando a sua admiração pela entrevistada. Também não é para menos. Cláudia Barbosa está indo ao encontro de um dos maiores mitos da cultura da Ilha de Santa Catarina: Eli Heil, pintora, desenhista, escultora e ceramista autodidata. Vigorosa e batalhadora Eli tem participado de inúmeras exposições no Brasil e no exterior. Quando de sua participação na XVI Bienal Internacional de São Paulo realizou um trabalho único, de difícil classificação, que foi catalogado como “Arte Incomum” (Art Brut). Sua casa é o museu onde expõe sua arte conhecido que ela classifica de maneira integral e profunda: “A arte para mim é a expulsão dos seres contidos, doloridos, em grandes quantidades, num parto colorido”. O programa foi transmitido em maio de 2008 pela TV Câmara. Aqui você ouve a versão convertida para áudio com transcrição de André Celeste.

Categorias: , , Tags: , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *