Em painel, profissionais de imprensa reforçam a importância do jornalismo local

Assessores de comunicação do setor privado e público falaram sobre desafios, redes sociais e futuro dos jornais do interior

Na manhã deste sábado (1º), no Hotel Sesc Cacupé, em Florianópolis, representantes dos setores público e privado participaram de um painel sobre “A importância do Jornal do Interior”. Estavam na mesa de debate os jornalistas Elmar Meurer (Fiesc), Leonardo Estrella (SCGás), Alexandre Lenzi (Secretaria de Estado da Comunicação), Adriana Maria Fernandes (Fecomércio-SC), e Carlos Stegemann (FCDL/SC). Thamy Soligo (Alesc) mediou a discussão.

Jornalismo Hiperlocal

Thamy lembrou que o localismo está em pauta atualmente. Assim, os jornais do interior tem maior possibilidade de atender aos seus públicos de forma mais direta e reforçar a identidade com o leitor neste momento de dificuldade dos grandes veículos.”Na crise, as pessoas voltam para as suas origens”, disse.

“A gente força muita o produto regionalizado”, diz Thamy. Segundo ela, “os resultados são maiores quando a gente trabalha com o interior”.

Stegemann atentou para o acervo dos jornais. Para ele, a hemeroteca tem um valor singular para o município porque é um registro histórico local e os cidadãos perdem muito da memória da cidade quando o jornal não investe na preservação da sua história.

Convergência Digital

Outro pauta em debate foi a participação dos jornais nas redes sociais. Segundo Adriana, a presença do periódico na rede não é um concorrente da versão impressa, e a redação precisa saber lidar com a informação e o público de forma diferenciada e direcionada.

Lenzi sugeriu que o jornal tente estabelecer um laço entre a versão impressa e a versão digital. O papel pode funcionar como “pílulas de informação para ir para o site”, por exemplo. E o site como chamariz para o conteúdo impresso.

Talentos

“A marca está nas pessoas”, disse Estrella. Para ele, é importante que o jornal trabalhe na manutenção dos profissionais nas redações, com valorização profissional, plano de carreira bem desenvolvida e experiência.

Os painelistas

Adriana Maria Fernandes, assessora de imprensa na Fecomércio/SC. A jornalista tem vasta experiência em redação, com passagens pelo Grupo RBS, como repórter e editora de capa no Diário Catarinense e ClicRBS. Também tem experiência em planejamento de comunicação, produção de conteúdo e organização de eventos no setor agronegócio e passagem por assessorias de imprensa como a Palavra.Com e Ministério da Saúde.

Alexandre Lenzi, assessor de imprensa na Secretaria de Estado de Comunicação de Santa Catarina. É doutorando em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com pesquisa sobre a prática da reportagem multimídia. Tem mestrado em Jornalismo e experiência profissional na área de reportagem e edição de jornal impresso e on-line e em comunicação institucional. Atua, também, como professor de ensino superior desde 2013. É pesquisador, desde 2014, do Núcleo de Estudos e Produção em Hipermídia Aplicados ao Jornalismo. Atualmente trabalha na pesquisa “Inversão de papel: prioridade ao digital como um novo ciclo de inovação para jornais com origem impressa”.

Elmar Meurer, jornalista da Fiesc. Passou por publicações como Gazeta Mercantil, A Notícia e O Estado. É formado em jornalismo pela UFSC, com especialização em gestão de comunicação corporativa.

Carlos Stegemann, diretor e fundador da Palavra Comunicação & Assessoria, representa, neste evento, a Federação das CDLs de Santa Catarina. Jornalista desde 1980. Stegemann é diretor da Associação Catarinense de Imprensa (ACI), tem passagens pelas redações como a do Jornal do Brasil, Revista Globo Rural, Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, Revista Globo Ciência (atual Galileu), Jornal ‘Correio do Povo’, Jornal ‘O Estado’, TV Catarinense (atual RBS TV), Rádio Guarujá e publicou os livros Sabor de Sucesso, ‘No Topo – Do Propósito ao Legado’, ‘A Ponte Sumiu!’ e Memória do Comércio de Florianópolis.

Leonardo Estrella, assessor de Comunicação na SCGás, formado em Administração pela UFSC, especialista em Marketing e Gestão Empresarial, Comunicação Pública e em Gestão e Prevenção de Crises.

Thamy Soligo, diretora de comunicação da Alesc, é especializada em Comunicação e Novas Mídias pela Faculdade Cesusc. Atuou, anteriormente, como diretora de divulgação do Governo do Estado de Santa Catarina e também como coordenadora da TVAL e como assessora parlamentar.

O Prêmio tem o patrocínio da Engie Brasil e o apoio da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc).

(Assessoria de Comunicação Adjori/SC)

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *