Emílio Cerri e o nascimento de uma estrela sonora

Tivemos e continuamos tendo grandes jinglistas, poucos, porém, são lembrados pelas músicas de encomenda que fizeram, mas em Santa Catarina conheço um: Cláudio Alvim Barbosa, o nosso poeta Zininho. Mas, acontece que na música de encomenda há uma particularidade: a participação de mais gente – seja do pessoal de criação da agência ou até mesmo do cliente. Com o anúncio da próxima estreia da Cláudia Barbosa aqui no Caros Ouvintes, evidenciou-se uma canção de autoria de Mestre Ziza, mas com a participação de Emílio Cerri, então diretor de criação da agência Bescom, do grupo Financeiro Besc de saudosa memória. Hoje conversei com o Emílio e aqui está o resultado.

Ficha técnica
O texto da mensagem – era um brinde de Boas Festas – inspirava-se nos versos da música e é de autoria de Emílio Cerri:
Viva, ame, sorria, cante.
Ande pelas ruas da cidade
Sem ter que seguir
E sem ter que voltar,
Curtindo o sol, o céu e o mar.
Camisa aberta no peito
E no coração muito amor pra dar.
É bom caminhar pela vida,
Assobiando a canção preferida.
Você será feliz se souber entender
A alegria de viver.

Esta é a essência da mensagem que você vai encontrar gravada neste disco que o Grupo Financeiro Besc tem o prazer de lhe oferecer com votos de Feliz Natal.
Pedimos ao compositor catarinense Zininho que, com sua sensibilidade e talento, transportasse para a música o nosso desejo de que, acima de tudo, as pessoas vivam o amor e amem a vida. O autor executou a parte que lhe cabia.
Segue-se a assinatura: (logo) GRUPO FINANCEIRO BESC.

A gravação feita no ano de 1974 é da Orquestra e Coro do maestro Rogério Rossini e o disco compacto, em 33 rpm, foi fabricado pela Discos Plásticos Fonopress Ltda. Rua Cel. Tedin, 425 – Fundos – Rio de Janeiro. A mesma música está gravada em ambos os lados do disco, sendo uma cantada e outra somente instrumental. O modelo que aparece na capa do disco é o fotógrafo Müller, então funcionário da A. S. Propague.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *