Eminem e a poética lírico-amorosa

O rap é um gênero musical reconhecido principalmente pela sua veia poético-literária, sendo que o rapper utiliza de toda sua energia verbal e também do flow(ritmo/levada) para contar inúmeras historias e através delas propiciar aos ouvintes diversos efeitos sensoriais. Dentre tantas temáticas abordadas no universo Hip-Hop, podemos destacar também as histórias sobre relacionamentos amorosos, sendo que  Eminem trabalhou muito bem essa vertente.

O mc de Detroit é certamente uma das vozes lírico-amorosas mais ricas e complexas no Hip-Hop, já que em suas músicas, observamos uma inesgotável variedade de abordagens do fenômeno afetivo, tanto nos aspectos espirituais quanto nos eróticos.  Vale ressaltar que o artista musical não se contenta em apenas descrever as relações sentimentais, mas, também procura pensá-las e compreendê-las, consequentemente produzindo no transcurso de sua obra, uma espécie de enciclopédia dos obscuros significados do amor.

Eminem-wallpaper

O rapper é reconhecido por ter abordado uma infinidade de temas em suas músicas, sendo que o artista também já realizou músicas sobre relacionamentos amorosos conturbados, por exemplo: ‘Love you more’ e ‘Love the way you lie parte 1 e 2’. Nessas músicas o eu-lírico confessa sua vida íntima (real ou fictícia), assinalada por várias experiências eróticas e por doloroso fracasso afetivo, ou seja, Eminem traz a questão da subjetividade, abordando o antagonismo entre o prazer da carne e a insatisfação da alma.

Nessa temática o artista revela seus medos e incertezas, êxtases e ilusões, gozos e tormentos, esperanças e decepções. A base da poética parece constituída por esse extravasamento da alma. Exatamente por isso, por ser a expressão das disposições íntimas do rapper, é que ela se concentra com tamanha intensidade. Nas três músicas os personagens parecem ser ao mesmo tempo algozes e vítimas dos crimes da paixão, homem e mulher são eternos adversários, envoltos numa relação obsessiva e corrosiva, desgastados pelo convívio conjugal.

Temos nessas músicas, círculos viciosos onde o casal não consegue e nem parece querer se desvencilhar. Eminem acaba utilizando-se também de metáforas como recurso para produção de imagens, consequentemente o artista cria significados diferentes por meio de comparações originais para fugir da obviedade, enriquecendo ainda mais sua poética. Em ‘Love The Way You Lie parte 2’ temos uma performance de intensa emotividade, na qual Marshall Mathers apresenta uma narrativa de dimensão subjetiva, centrada em imagens e caracterizada por versos sonoros e rítmicos. No início da estrofe o rapper adota uma performance vocal serena, mas logo depois ele passa a elevar o som de sua voz e consequentemente o caráter tempestivo e obsessivo do eu-lírico começa a transparecer gradativamente. Mais uma vez o artista utiliza genialmente sua performance vocal como elemento intensificador da dramaticidade.

Diante de tudo que foi exposto, tem-se a certeza de que Eminem é um rapper de extremo talento e competência na arte de criar músicas que exploram de modo meticuloso os relacionamentos sentimentais/amorosos, além disso, as estruturas narrativas de suas músicas são perfeitas em termos de construção dos personagens e progressão do enredo com clímax e desfecho.

Confira abaixo o clipe Love The Way You Lie:

https://www.youtube.com/watch?v=ELiEuunsufM

 

 

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *