Rádio e TV de SC investiram R$ 15,9 milhões em ações sociais em 2008

A informação é do Relatório de Ações Sociais da Radiodifusão de Santa Catarina, elaborado pela Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão – ACAERT. Segundo o levantamento, foram beneficiadas 1.614 ações sociais principalmente nas áreas da segurança, cultura e saúde. Comparado com o ano de 2007, houve um crescimento de 33,61% no investimento. É o terceiro ano consecutivo que a ACAERT promove o estudo, em parceria com o Instituto Mapa, de Florianópolis.

“Este trabalho é uma demonstração inequívoca da responsabilidade social dos radiodifusores e profissionais que honram, diariamente, com qualidade e talento, seu compromisso com o cidadão catarinense”, ressaltou a presidente da ACAERT, Marise Westphal Hartke. “Com este levantamento tornou-se possível dimensionar a participação comunitária de nossas emissoras”, completou.

O relatório também mostra que foi de 2.100 o total de horas em publicidade social, o que daria quase 41 horas semanais nas emissoras de rádio e 3 horas semanais em televisão. O número de horas disponibilizadas em 2008 foi 28% maior que o registrado em 2007. Entende-se como publicidade social toda mídia doada a qualquer causa de interesse público, que não gere nenhum tipo de faturamento para a emissora.

As instituições anunciadas são entidades sem fins lucrativos ou campanhas de cunho social, cultural e esportivo, tais como: campanha do agasalho, contra a corrupção, doação de sangue, educação para o trânsito, meio ambiente, educação especial, entre outros. No país, somente Santa Catarina e Rio Grande do Sul promovem este tipo de estudo sobre o investimento social das emissoras de rádio e televisão. No estado, as associadas da ACAERT respondem trimestralmente um formulário, que é tabulado pelo Instituto Mapa. As informações individuais são reservadas e o relatório final só disponibiliza os números gerais da pesquisa.  (Fonte: Assessoria de Comunicação ACAERT)

Categorias:

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *