Espetáculo “Dona Bilica – Naquele Tempo” terá apresentações gratuitas

A Dona Bilica, personagem que representa a autêntica cultura açoriana do litoral catarinense, vai circular a Rede Sesc de Teatros em abril, com apresentações gratuitas em Chapecó (11/04), Lages (12/04), Laguna (14/04), Florianópolis (15/04), Jaraguá do Sul (17/04) e Joinville (18/04). No espetáculo “Dona Bilica – Naquele Tempo”, ela conta como era viver na Ilha da Magia antes do progresso chegar. Entre rezas e cantorias, ela volta ao tempo dos antigos e relembra a história de sua família, sua infância e juventude, conta causos que ouviu nos engenhos de farinha, histórias de bruxas e assombrações. Sempre com seu humor muito peculiar, Dona Bilica lembra de costumes perdidos na memória de uma cidade em constante transformação.

Nesta montagem, a atriz Vanderléia Will, criadora da hilariante personagem, que faz sucesso há 21 anos, com seu jeito alegre de representar uma típica lavadeira, benzedeira e rendeira da ilha, é dirigida pelo ator e diretor Renato Turnes. Ambos realizaram uma pesquisa de campo junto a moradores nativos de Florianópolis. Suas vivências, relatos e histórias são o mote que norteia o espetáculo “Dona Bilica – Naquele Tempo”, que teve seu processo registrado em um documentário.

A personagem Dona Bilica

A personagem Dona Bilica se transformou, nestes 21 anos, talvez, na maior expoente do esforço que as tradições e a cultura açoriana desenvolvem, não só para sobreviver, como também para continuar sendo parte fundamental da identidade e da formação cultural dos habitantes desta ilha. Como todo símbolo, cumpre o seu papel de servir de espelho para a valorização do passado e de inspiração na busca de um futuro melhor.

Depoimento da Vanderléia Will

“Sempre gostei das estórias, do passado, da memória, do antigo. E na arte de interpretar isso me levou a criar uma personagem que é um grito de muitas vontades que tenho desde que comecei a fazer teatro. Com Dona Bilica essas vontades viraram sonhos e os sonhos realidade.

Interpreto esta personagem há mais de duas décadas. Com ela aprendi e me aprofundei no que melhor sei fazer: provocar o riso no outro. E com ela também descobri que provocar o riso, pura e simplesmente, não tem muita graça. O riso é uma ferramenta, e se você souber usar com louvor, pode chegar a lugares intocados e à reflexão sobre muitas coisas “sérias”.

Para criar este novo espetáculo saímos em busca da última geração de moradores que viveram Naquele Tempo em nossa ilha “desassistida” como diz Seu Pedro, um de nossos entrevistados. Procurando expandir o resultado de nossa pesquisa registramos em vídeo nossas andanças e conversas e o processo então se transformou não só em teatro, mas também em um filme documentário. Com este trabalho poderemos reconhecer nosso lugar, nossos cantares, nossos falares e perceber que nossa cultura é nosso bem mais precioso”.

Vanderléia Will é atriz, palhaça, comediante e produtora. É proprietária juntamente com seu marido Pepe Nuñez do espaço cultural Circo da Dona Bilica, em Florianópolis.

Depoimento do Renato Turnes

“Dona Bilica é uma entidade com vida própria que se apodera do corpo de uma atriz fantástica. Meu trabalho em Naquele Tempo foi ajudá-la a apropriar-se de lembranças antigas gentilmente cedidas pelos senhores e senhoras que visitamos durante a pesquisa. Nos ensaios procurei organizar estas memórias em forma de dramaturgia e criar um ambiente de representação que possibilitasse à atriz comunicar-se com o público de forma simples mas profunda e onde suas ações de caráter cômico se desdobrassem em surpreendentes tons emocionais.

O mais bonito de tudo é que durante o processo eu também me lembrei da cidade da minha infância, do doce dialeto da minha mãe, da velha casa da minha avó. Senti saudades de coisas que eu já havia esquecido. Ao me encontrar com Dona Bilica reencontrei o lugar de onde vim e entendi um pouco mais sobre mim mesmo”.

CRONOGRAMA

A programação detalhada pode ser consultada http://portal.sesc-sc.com.br/evento/2004
Apresentações gratuitas

11/04, às 20h, no Teatro do Sesc em Chapecó. Rua Brasília, 475-D – J. Itália (49) 3319-9100

12/04, às 20h, no Teatro do Sesc em Lages. Av. Dom Pedro II, 1693 (49) 3322-3936

14/04, às 20h, no Cine Teatro Mussi, em Laguna. Rua Osvaldo Cabral, 165 – Centro Histórico (48) 3644.0152

15/04, às 20h, no Teatro Sesc Prainha, em Florianópolis. Travessa Syraco Atherino, 100 (48) 3229-2200

17/04, às 20h, no Teatro do Sesc em Jaraguá do Sul. Rua Jorge Czerniewicz, 633 (47) 3275-7800

18/04, às 20h, no Teatro Sesc em Joinville. Rua Itaiópolis, 470 – Centro (47) 3441-3300

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *