Faz Que Nem a Beata

Iam as duas no ônibus, sentadas lado a lado. Conversa vai, conversa vem…

– Quanto é que tu cobras? Pergunta uma.

– Setentão mais o ônibus, responde a outra.

– É o preço, diz uma.

– Ai, eu tô cansada das faxina, diz a outra.

– Tira uns dias, sugere uma.

– Não dá, se a gente não trabalha não come, tu sabes!, responde a outra.

– Eu não me estrago, só limpo onde a vista alcança, diz uma.

– E eu só limpo onde o padre passa. O problema é os vidro, né colega? diz a outra…

– Que vidro! Deixa eu te ensinar uma coisa, nega, diz uma, vidro a gente deixa eles lá quietinho, que uma hora cai…

Eu cá comigo…

Do livro Cenas Urbanas e Outras Nem Tanto. Bernúncia Editora. Florianópolis, 2012.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *