Filme gravado no parque do Rio Vermelho tem estreia nacional

O Amuleto, filme de suspense com produção catarinense e rodado no parque do Rio Vermelho tem estreia nacional.

Diana e seus amigos vão a uma festa na Floresta da Cabana. É final de tarde e os jovens, sempre conectados com celulares e GPS, não sabem que aquele lugar guarda segredos e memórias aterradoras. No caminho, eles se perdem, e uma história de desaparecimentos e mortes começa a ser revelada através das imagens dos celulares deixados pelas vítimas.

A narrativa de suspense é do longa O Amuleto, dirigido por Jeferson De e produzido pela Contraponto, de Florianópolis, em parceria com a Buda Filmes, de São Paulo. Rodado no ano passado na Ilha de Santa Catarina, principalmente na floresta do Parque do Rio Vermelho, o filme entra em cartaz no dia 28 de maio nas salas de cinema de São Paulo, Rio de Janeiro e Florianópolis.

Este é o segundo longa-metragem de Jeferson De, diretor do premiado Bróder. O Amuleto era uma de suas ideias de filmes anotadas em um caderno. “Gosto de desafios e sempre achei bom eu me propor algo bem difícil de se realizar, como sair do lugar confortável de diretor de dramas sociais e ir produzir um suspense”, conta o diretor.

O elenco do filme tem estrelas, como Bruna Linzmeyer, de Corupá (SC), Maria Fernanda Cândido e Michel Melamed, atores com trajetórias em tevê, teatro e cinema. Daniel Filho faz uma participação especial e mais 11 atores locais participam do longa. Regius Brandão, ator que vive em Florianópolis e com maior atuação em O Amuleto, interpreta o delegado Carvalhão, contracenando com Margarida Baird, sua assistente na investigação, e com todas as personagens do filme.

O longa-metragem movimentou uma equipe criativa e técnica de 70 profissionais de Santa Catarina durante os meses de janeiro e fevereiro de 2014. “Conseguimos reunir na equipe os técnicos mais qualificados e promover um intercâmbio entre um diretor como o Jeferson De e profissionais da nossa região”, avalia Mauricio Venturi, da Contraponto.

O Amuleto é ambientado sob a luz do dia e coube ao diretor de fotografia Marx Vamerlatti explorar a claridade para criar o clima de mistério do filme. “A proposta do Jeferson era construir a história com o predomínio constante da luz do dia, numa narrativa com elementos de suspense”, conta Marx.

Macé Di Bernardi fez a direção de arte trabalhando com referências celtas do saber feminino, o poder da intuição e o conhecimento da natureza para explorar a aura que dá tom ao longa, um suspense sobrenatural. “Foi um desafio filmar em locações na floresta com calor abrasador do verão. Mas a equipe de arte, afinada e comprometida, foi determinante para diárias de filmagem muito produtivas”, diz Macé.

O ELENCO

Preparador de elenco para teatro, cinema e televisão, o paulista Sergio Penna passou uma semana em Florianópolis trabalhando com os atores do filme. Segundo ele, “O Amuleto exige um compromisso com o que está sendo contado, para que a história fique crível, até porque há uma sucessão de acontecimentos com as personagens e elas precisavam estar inteiras nos seus destinos”.

Bruna Linzmeyer interpreta Diana, do grupo de jovens que se perde no meio do mato. “Filmar na floresta foi potente e forte. Você sente no corpo os bichos, os sons, a terra. E a natureza tem seus mistérios, suas estranhezas. Apenas permitimos que isso tomasse forma, fizesse parte de nós”, reflete a atriz catarinense.

Uma questão fundamental para Maria Fernanda Cândido, mãe de Diana em O Amuleto, era o jeito de falar de sua personagem, “porque ela é uma nativa da ilha. Então eu achei que eu tinha que ter um sotaque que fizesse alguma referência a Florianópolis. Eu fiz algo muito sutil, suave, acredito que era importante trazer esse elemento da fala”.

O delegado Carvalhão, que investiga o caso, é interpretado por Regius Brandão e os jovens atores são vividos por Gustavo Saulle Tiago Mendes, Isadora Damiani, Clara Ferrari e Nathalia Nunes. O elenco é integrado ainda por Margarida Baird, Marisa Naspolini, Luiz Canoa, Antonela Batista e Clica Voigt.

Regius esteve na primeira exibição do filme no XIX CinePE, Festival Internacional de Cinema de Recife, e ficou entusiasmado com a reação do público. O delegado é um personagem que tem relação com todos os personagens. “É um profissional experiente e conhece o território, mas percebe que está diante de uma trama intrincada”, descreve o ator.

amuleto_2015

PRODUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO

A Contraponto e a Buda Filmes transformaram a realização do longa-metragem em uma experiência de boa parceria para a equipe do filme. Santa Catarina, além de ter belos cenários e uma cultura diversificada que inspira enredos, tem profissionais preparados para uma produção rica em detalhes como a de O Amuleto.

Com base em Florianópolis, a Contraponto está há 14 anos no mercado produzindo documentário, ficção, programa de TV e projetos multiplataformas, como o CurtaDoc, maior acervo online de documentários latino-americanos (www.curtadoc.tv) e também uma série semanal desde 2009 no SescTV.

A distribuição de O Amuleto é da Paris Filmes e Downtown Filmes. Criada em 2006, a Downtown é a principal distribuidora de filmes brasileiros no país. A Paris Filmes é distribuidora de grandes bilheterias internacionais, mas tem apostado no cinema brasileiro nos últimos anos.

O Amuleto é um dos dez filmes contemplados no Edital de Apoio à Produção de Obras Audiovisuais Cinematográficas, Inéditas, de Ficção, de Baixo Orçamento do Ministério da Cultura, de 2013. O projeto destacou-se por sua originalidade e ineditismo entre 215 concorrentes. Para a produção, o filme contou com apoios da Samsung, BR Distribuidora, Mormaii, Prefeitura de Florianópolis e Fatma – Fundação do Meio Ambiente.

FICHA TÉCNICA

(ficção, 82 minutos, 2015)

Direção e edição: Jeferson De

Roteiro: Jeferson De e Cristiane Arenas

Produção: Contraponto e Buda Filmes

Produção executiva: Mauricio Venturi, Cristiane Arenas, Lícia Brancher, Jeferson De e Kátia Klock

Elenco: Bruna Linzmeyer (Diana), Maria Fernanda Cândido (Elisabete, mãe de Diana), Michel Melamed (investigador Reginaldo), Regius Brandão (delegado Carvalhão), Daniel Filho (participação especial como Ermínio, pai de Alex), Margarida Baird (Dona Lourdes, escriturária da delegacia), Gustavo Saulle (Paulinho), Tiago Mendes (Alex), Isadora Damiani (Marcinha), Clara Ferrari e Nathalia Nunes (garotas fantasmas)

Fotografia: Marx Vamerlatti

Direção de arte: Macé Di Bernardi

Som direto: Leonardo Gomes

Distribuição: Paris Filmes e Downtown Filmes

 

 

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *