Florianópolis sedia residência internacional em curadoria

O projeto Ações Curatoriais instalado em Florianópolis reúne 10 curadores do Brasil, Argentina e Portugal. O grupo foi selecionado pelas curadoras Kamilla Nunes, Beatriz Lemos, ambas do Brasil, e Marta Mestre de Portugal.

Curadoria“A ideia é viabilizar um espaço para que essas questões e atuações sejam compartilhadas e discutidas. Este projeto piloto, que tem planos para seguir para outros estados do Brasil, irá servir como experimento teórico e prático de novos pensamentos e estratégias em curadoria”, explica a idealizadora e curadora independente formada em artes plásticas pelo Centro de Artes (UDESC), Kamilla Nunes.

A programação que vai até 30 de abril é aberta ao público. Na quinta-feira (24), na UDESC (Universidade do Estado de Santa Catarina), teve lugar a primeira Conversa com os curadores. Pela manhã, contou com a participação dos curadores Beatriz Lemos, Paulo Miyada, Júlio Martins e Santiago Navarro com mediação de Kamilla Nunes. À tarde, participaram Marta Mestre, Gabriela Motta, Maria Montero e Andreza Gomes com mediação de Fernando Boppré.

Após a conclusão da residência, o projeto parte para a segunda etapa prática, quando os 10 curadores participantes têm a missão de desenvolver e propor produções dentro da linha de pensamento construída durante a residência. Serão quatro projetos de ações curatoriais distribuídos em quatro cidades catarinenses com agenda ainda a ser confirmada.

O projeto Ações Curatoriais foi concebido pelo Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, sob a coordenação do Instituto Meyer Filho e em parceria com o Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina. Mais informações: http://acoescuratoriais.wix.com/florianopolis

Na foto de Elisa Schmidt: Paulo Miyada (E), Andreza Gomes, Kamilla Nunes, Fernando Boppré, Eli Heil, Santiago Navarro, Júlio Martins, Gabriela Motta, Marta Mestre, Beatriz Lemos e Maria Montero).

Luciana de Moraes | jornalista e videógrafa | +55 (48) 9982-5750

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *