Foco no cidadão

Rádio Cbn Brasil | MUNDO DIGITAL, com Ethevaldo Siqueira

Milton – Bom dia, Ethevaldo. Como vai? Ethevaldo – Bom dia, Milton; bom dia, ouvintes. Tudo ótimo. Milton – Ethevaldo, você prometeu falar sobre a mudança de foco no governo e na empresa, para o foco no cidadão. Ethevaldo – Eis aí um tema fascinante, na linha dos novos paradigmas do século 21, Milton. O mundo hoje começa a descobrir que o cidadão é muito mais importante do que governo ou empresa. Aliás, nenhuma instituição existe sem o cidadão. Milton – Explique um pouco mais esse conceito. Ethevaldo – O que muitos governos e instituições começam a descobrir é que o objetivo final de todos os seus projetos deve ser o bem-estar e a qualidade de vida do cidadão. No caso dos investimentos públicos, a preocupação maior deve ser com a educação, a saúde, alimentação e o saneamento básico. A visão dos governantes do passado é exatamente oposta a essa orientação, pois eles preferem investir em obras visíveis, como usinas, estradas ou pontes.

Milton – Isso já acontece no Brasil?

Ethevaldo – Ainda de forma muito incipiente, Milton. Por isso, a mudança de paradigma ainda não é perceptível no Brasil, mas, talvez, venha a ser nos próximos anos, pois a prioridade da educação por enquanto tem sido apenas um discurso vazio em véspera de eleição.

Milton – Mas e as grandes obras de infraestrutura também não são importantes?

Ethevaldo – É claro que são importantes, mas elas não podem sobrepujar a prioridade da educação, da saúde, da pesquisa e do saneamento.

Milton – Isso tudo parece mais com plataformas de partidos políticos e de candidatos. Como pensar em produtos eletrônicos, computadores ou objetos de uso pessoal voltados para o cidadão?

Ethevaldo – É nesse ponto que algumas grandes empresas já estão mostrando que o foco no cidadão pode fazer toda a diferença. Veja como a grande tendência é agora a dos produtos eletrônicos cada vez mais amigáveis ou users friendly, como é o caso dos novos tablets, os smartphones, os ultrabooks, os iPods ou os milhões de aplicativos que podemos baixar na internet. Esses produtos são facílimos de usar, melhoram nossa vida, aumentam a produtividade pessoal, ampliam o acesso à cultura e à informação, a novos conteúdos, filmes, jogos e música, Milton. Amanhã falaremos dos novos paradigmas que mudam as prioridades do desenvolvimento e da vida social.

Milton – Até amanhã.

Categorias: Tags: , , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *